Jornal O Estado do Triângulo - Sacramento
Edição nº 1777 - 07 de Maio de 2021

Entrevistas

Comunicador Robson Quirino: O número 1 da Rádio Rodeio

O locutor e administrador da Rádio Rodeio, Robson Quirino, 35, fazendo jus ao slogan, Emoção pra valer´ tem conquistado o mercado publicitário e o público ouvinte, em duas horas de programa, diariamente das 10 às 12h00, horário nobre do rádio. "Fico feliz em saber da aceitação da rádio como um todo e, em especial, pelo meu programa", diz Quirino, citando como fonte a RC Comunicações, empresa que cuida da mídia do governo estadual. "Segundo a RC Comunicações, de BH, através de uma pesquisa por telefone em Sacramento e região, meu programa, chega a atingir 70% de audiência, na região, o que é considerado um índice altíssimo, devido à quantidade de rádios que entram na cidade, rádios de Uberaba, Franca, a própria Rádio Sacramento AM", diz, justificando a grande audiência pelo faturamento. "Não adianta o programa estar bom, se não houver investidores e nesse aspecto graças a Deus estamos bem", justifica com o intuito de colocar a população, os comerciantes e anunciantes a par da boa notícia.

Despachante jóia: 25 anos de histórias & serviços


O Despachante Jóia, de propriedade de Dairon Antônio Santana completou 25 anos, dia 10 de agosto. A comemoração das ‘Bodas de Prata’ da empresa se estende até o final do mês, inclusive com promoções, somadas à simpatia de Dairon e dos funcionários, Patrícia de Fátima Queirós, Patrícia Glória dos Santos e Luan do Nascimento Mota.

Tudo começou em sociedade. "Iniciei em sociedade com o Leonardo Santana, o Nadin, ali perto da rodoviária, mudamos para outros endereços, até estabelecermos nesse local nos últimos 12 anos. Em 1995, o Nadim saiu e eu continuei e cá estamos completando 25 anos", conta Dairon.

Muitos não sabem ainda o que é o C.T.


O jovem Renato Mateus de Santana (foto), 25, deixou Sacramento para assumir o cargo de Assistente Social do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, após aprovação em concurso no ano passado, quando ainda cursava Serviço Social, na Unesp, em Franca, onde concluiu o curso no final do ano passado. Filho de Reinaldo Joaquim Santana e Odete Mateus Santana, Renato sempre foi um lutador, trabalhava de dia e estudava à noite.
Mas o concurso do TJMG não foi o primeiro de sua carreira. Em 2004, Renato foi aprovado em concurso para o Conselho Tutelar e em seguida foi eleito pelos representantes dos diversos segmentos sociais para ocupar o cargo, tornando-se assim um dos conselheiros.

Depois de 38 anos de Brasil, Ir. Gracinda retorna a Portugal


Com uma digna despedida na Igreja Matriz e grande presença de pais das crianças e amigos da Casa Infanto Juvenil S. Vicente de Paulo, Ir. Gracinda da Piedade Alberto despediu-se da comunidade para retorna a Portugal. Vai ficar uns tempos na aldeia natal, Barroca, depois vai servir a congregação em trabalhos de evangelização e obras assistencias que as irmãs dispõem na pátria lusitana. Veja nesta edição o final da entrevista de Ir. Gracinda.

ET - Como a senhora conseguiu fazer as melhorias na casa?

Irmã Gracinda deixa na cidade grande obra

A religiosa portuguesa, Irmã Gracinda Piedade Alberto, da Congregação de São José de Cluny, deixa Sacramento, no próximo dia 7 para retornar às suas origens, depois de 38 anos que deixou sua aldeia natal, Bajouca, em Portugal. Durante essas quase quatro décadas a cada dez anos, mais ou menos, recorda ela, retornou em visita à Europa.

Edson & Terezinha, aposentados? Que nada!


Continuação

ET - Estávamos falando da aquisição do prédio do antigo Banco da Lavoura, que pertencia ao Sr. Mário Afonso Borges. O Edson pediu pra nem lembrar dessa história. Mas a Terezinha prometeu contar...
Terezinha - Então, desde o começo o Ewerton, meu filho, e eu estávamos sempre juntos, desde que ele parou de estudar, enfrentou isso aqui. O meu banco para guardar as economias, eram uns bules, que ganhamos de presente de casamento. Desde o começo, toda semana, eu pegava uma notinha e colocava ali no bule, enchia um, passava pro outro. Pegava um pouquinho do caixa da loja, da gaveta do Edson, do gás e guardava, um pouquinho porque tínhamos três caixas separados. E só o Ewerton sabia disso. O prédio do banco, que já era do filho do Sr. Mário Afonso, que havia morrido, o Paulo Netto Borges...

Edson & Terezinha: Uma história de vida e amor

Edson Pícolo, natural de Conquista, chegou nas terras do Borá, aos cinco anos, portanto há 71 anos e daqui não saiu mais. Adotou Sacramento como sua terra, até que foi adotado por ela com o Título de Cidadania Honorária. Mas, independente de título, era um autêntico sacramentano. Aqui constituiu família, investiu e continua investindo, ao lado da esposa, Terezinha Gomide. Edson é o primogênito dos sete filhos do casal Hermínio Pícolo e Alvarina Rezende: Argélia, Iolanda (falecida), Nígima, Débora, Claudiner e Eli.

Júlio Pucci - o músico Terapeuta

Durante a Semana Santa, não só trabalhamos e rezamos, como tivemos a oportunidade de nos encontrar com sacramentanos ausentes, um deles, o Júlio Pucci, radicado em Ribeirão Preto, emplacando na nova profissão: Musicoterapeuta. Se tem música, remonta-nos a coisa boa e o é. O leitor poderá conferir. Filho do ex-Coruja, Hercules Aurélio Pucci, Lelinho, já dá pra sentir que tem o gene, e Aracy Botelho Pucci, Cici, o jovem Júlio é o segundo filho do casal, que tem outros dois filhos, George (Carla) e Diego. Exímio no violão, que aprendeu sozinho, ao lado de uma palinha do pai, falou de música, de musicoterapia e outros papos.

Maurício Scalon fala sobre a V Conferência de Saúde

ET - Como você avalia a 5ª Conferência Municipal de Saúde?
Maurício - Conferências de Saúde segundo a Lei Federal nº 8.142/90 e a Lei Municipal nº 560/97 devem acontecer periodicamente (aqui em Sacramento a cada 2 anos), com representação dos vários seguimentos sociais (50% de usuários do SUS, 25% de trabalhadores do SUS e 25% de prestadores de serviços do SUS) para avaliar e propor diretrizes para a formulação da Política de Saúde do SUS no Município.
A nossa 5ª Conferência Municipal de Saúde a meu ver estava bem organizada em relação a infra-estrutura, mas foi prejudicada em dois pontos que considero fundamentais:

Sind-Ute esclarece sobre Plano de Carreira

A diretora geral da sede central do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação do Estado de Minas Gerais Sind-UTE, BH, Maria Inez Camargos e a coordenadores Antonio Carlos Hilário e Marilda de Abreu Araújo estiveram em Uberaba, subsede regional, presidida por Maria Helena Gabriel, no dia 18 de março, quando se reuniram com trabalhadores em educação da região para esclarecer sobre o Plano de Carreira. De Sacramento, estiveram presentes diretores da subsede de Sacramento, dentre eles o presidente Carlos Henrique de Oliveira e professores.

Maria Inez ....

A presidenta Maria Inez Camargos abriu a reunião dizendo da importância de estar noutra região para debater os direitos da classe "os nossos espaços e as nossas instâncias de deliberação, são fundamentais para trabalharmos, dentro da lógica de que de que nós, trabalhadores da educação organizados, somos quem fazemos a defesa de nossos direitos. Toda a nossa organização trabalha no sentido de que o Sind-UTE é Minas Gerais, por isso a nossa diretoria é composta por 54 diretores, desses, 38 são do interior, por esse motivo estamos aqui, uma caminhada que iniciou no ano passado, após a aprovação da tabela do Plano de Carreira, para discutir as questões da carreira. Sabemos que há uma série de problemas no plano, mas sabemos, também, que foi a nossa luta que conseguiu melhorar um pouco o que tínhamos de início nesse processo".