Jornal O Estado do Triângulo - Sacramento
Edição nº 1771 - 26 de Março de 2021

Entrevistas

Tereza e Regina: uma história de doação e superação

Edição nº 1482 - 11 Setembro de 2015

A dona de casa aposentada, Tereza Barbosa Pinheiro, tem 73 anos. É viúva de Geraldo Rezende Pinheiro, pais de duas filhas, Rejane e Regina Lúcia e uma neta, Fernanda. Uma família normal, não fosse o fato de Regina Lúcia, ter duas datas de nascimento, uma dos 54 anos de vida e, outra, 28 de agosto, em que comemorou 36 anos de paciente transplantada, contrariando até o que certos profissionais da área afirmam, com prognósticos de uma sobrevida em torno de 15 anos. Regina vive há quase quatro décadas com um único rim doado pela mãe.

Advogados fazem confraternização anual

Edição nº 1481 - 4 Setembro 2015

Longe das salas de audiência e dos tribunais, os advogados celebraram o seu dia, 11 de agosto, numa tarde de confraternização na Chácara Gamela, no último sábado 29. Anfitrionados pelo casal, José Rosa Camilo, presidente da 116ª subseção local, e Nildes Maria Moreira, deliciaram-se todos com um saborosíssimo almoço e a típica sobremesa mineira. O presidente recebeu o ET para uma entrevista, revelando que será candidato à reeleição da subseção. Veja.

ET - Qual a importância dessa festa de confraternização em homenagem ao dia do advogado?

A bela vida de Da. Faustina aos 100 anos

Edição nº 1480 - 28 de Agosto 2015

O último final de semana foi de festa para as famílias Fornazier Félix com a comemoração dos 100 anos da matriarca Faustina Fornazier (foto). No sábado, mais de 300 pessoas, genros, noras, netos, bisnetos, tetranetos, sobrinhos e amigos se reuniram para uma confraternização no Recanto Professor José Silveira, seguida de Missa em ação de graças, celebrada no domingo 23, na Basílica do Santíssimo Sacramento, presidida por padre Eugênio Bizinotto que, por várias vezes, enalteceu a aniversariante.

Final de Entrevista: Val Borges vai representar país em concurso na Argentina

Edição nº 1475 - 24 Julho 2015

ET – Por que Nyck Bawer como nome artístico? Foi criado ou existe uma Nyck? E a Monique, foi inspirada em alguém? E, ainda, é complicada essa mudança de nome no Cartório?

Artista sacramentano se descobre transexual e se torna Miss Brasil

Edição nº 1474 - 17 Julho 2015

O seu talento ligado às fantasias carnavalescas o fez um campeão hors concours nos bons e inesquecíveis desfiles das escolas de samba da cidade. Da mãe costureira herdou o bom gosto para a criação e despontou do anonimato de uma cidade pequena para uma já metrópole, em Uberlândia, quando chegou há cinco anos. No final de 2014 foi eleita Missa Glamour Brasil e, no ínicio de 2016 representa o país no Miss Beleza Internacional, na Argentina.

A vida é bela para Budu

Edição nº 1465 - 15 Maio 2015

Dizem os poetas que, fazer aniversário não é ficar mais velho, é completar mais um ano de vida bem vivido. É receber o afeto dos amigos e familiares. É ter história e estória pra contar. É amadurecer.  É ter orgulho de ser o que é. É olhar pra trás e perceber que os erros cometidos fizeram crescer e que os acertos ajudaram a construiu a sua vida e dos outros... Enfim, fazer aniversário é momento de festa e alegria... Fazer aniversário é uma dádiva... Fazer aniversário é simplesmente dizer que a vida é bela e vale a pena ser vivida...

Leomar César Brigagão: E Deus faz mesmo de pedras filhos de Abraão

Edição nº 1386 - 01 Novembro 2013

Há 22 anos em Palmas, no estado do Tocantis, Leomar diz que nasceu com o novo estado. ‘‘Era um poeirão só, dava medo. ‘‘Como diz a canção, ‘Enfrentei fortes batalhas...’ e estou em Palmas há 22 anos. Ali nasceram meus filhos. Ali me profissionalizei no magistério e ali sou feliz, não apenas como professor da Universidade Federal do Tocantis, mas por me integrar de corpo e alma à vida comunitária. Mas nunca me esqueço de minha cidade natal. Logo que me aposentar, cumprir o compromissos que firmei com a UFT, voltou para este torrão natal...’’

A história final do garoto da roça que construiu a Sak’s

Edição nº 1378 - 06 Setembro 2013

Aos 19 anos, desempregado, José Renato aceita o convite do amigo José Walter e parte para São Paulo. Os próximos dois anos serão decisivos para a construção de sua fábrica, valendo, principalmente, sua determinação. Tudo começou, diz ele, quando comprou duas bolsas para trazer de presente às irmãs, nas primeiras férias que passaria em Sacramento. A partir dali conhece o amigo Fu e...

 

José Renato: Uma história de dramas e comédias

Edição nº 1377 - 30 Agosto 2013

ET - Vamos começar lá no início. O menino José Renato, que nasceu e viveu na fazenda Olhos d'Água, do padrinho Gaspar Marques e Marly. Fale disso, da família, pais, irmãos...

A bola está com Bebeto Stival

Edição nº 1376 - 23 Agosto 2013

Pelo porte físico esguio, atlético, parecendo uma palmeira, ele era conhecido entre a molecada que fazia rachinha na rua da Estação por Babaçu. Logo que completou 18 anos rumou para São Paulo, com um destino certo, trabalhar no esporte. E se apresentou, claro, com o nome de batismo, José Humberto Stival, filho de Domingos Stival (Mingote) e de dona Maria  Abadia Stival, ambos falecidos, ela no último dia 8.