Jornal O Estado do Triângulo - Sacramento
Edição nº 1771 - 26 de Março de 2021

Crônicas

O novo paradigma significa uma espiritualidade diferente e uma ética própria para enfrentar os desastres ecológicos atuais e futuros

Edição nº 1715 - 21 de Fevereiro de 2020

Várias ameaças pairam sobre o sistema-vida e o sistema-Terra: o holocausto nuclear; a catástrofe eeológica do aquecmento global e da escassez de água potável; a catástrofe econômico/social sistêmica com a radicalização do neoliberalismo que produz extrema acumulação à custa de uma pobreza espantosa; a catástrofe moral com a falta generalizada de sensibilidade para com as grandes maiorias sofredoras; a catástrofe pólítica com  a ascensão mundial da direita e a corrosão das democracias.

Ao redor de uma panela: mutirão de teologia popular de libertação

Edição nº 1714 - 14 de Fevereiro de 2020

A teologia da libertação não é uma disciplina a mais ao lado da história dos dogmas, da liturgia, da moral e do direito canônico etc. É um modo diferente de cumprir o ofício da teologia: no meio do povo principalmente dos mais pobres e invisíveis. Por isso sua marca registrada é a opção pelos pobres contra a pobreza e a favor da libertação.

Brumadinho: “Dói demais o jeito que vocês foram embora”

Edição nº 1713 - 7 de Fevereiro de 2020

No dia 25 de janeiro de 2020 se celebrou em Brumadinho-MG um ato de recordação do trágico desastre criminoso do rompimento da barreira da Vale S.A. Ferem-nos os olhos e rompem nossos corações aquelas imagens mostradas pela TV: a liberação de 12 milhões de metros cúbicos de rejeitos, o sepultamento sob ondas de lama e morte de 274 pessoas, os danos à economia de milhares de famílias camponesas, indígenas e quilombolas, os impactos químicos dos metais que vão se sedimentar no fundo dos rios, a contaminação dos ecossistemas, da flora, da fauna e das matas ciliares dos rios.

Uma ética do respeito ilimitado

Edição nº 1712 - 31 de Janeiro de 2020

A produção de um programa  humorístico pelo Grupo Porta dos Fundos que teria sugerido uma eventual relação homoafetiva de Jesus e as reações negativas de muitos e até de um atentado a bomba contra o local Porta dos Fundos, nos convidam a uma reflexão sobre o respeito. Este, o respeito, é um dos eixos básicos da ética de qualquer cultura e também necessário para a convivência pacífica das diferenças dentro de um Estado Democrático de Direito.

Texto de padre que concordou com a retirada de símbolos religiosos das repartições públicas viraliza

Edição nº 1711 - 24 de Janeiro de 2020

De maneira corajosa e com palavras que deveriam ser lidas por todos os que se consideram religiosos, padre reagiu positivamente à decisão do MPF sobre a retirada de símbolos das repartições públicas.

 

O Estado brasileiro, como a maioria dos Estados modernos, é laico. Quer dizer: respeita todas as religiões e seus símbolos, sem aderir a nenhuma delas. Garante-lhes a liberdade de seu exercício, logicamente, dentro do quadro legal do país.

Cont... Dois Papas: dois modelos de homem, dois modelos de Igreja

Edição nº 1710 - 17 de Janeiro de 2020

O propósito do filme é mostrar dois modelos de personagens religiosas e dois modelos de Igreja.

Cont - Dois Papas: dois modelos de homem, dois modelos de Igreja

Edição nº 1709 - 10 de Janeiro de 2020

O Papa Francisco: terno, fraterno e inovador

Dois Papas: dois modelos de homem, dois modelos de Igreja

Edição nº 1708 - 03 de Janeiro de 2020

Acabei de assistir ao filme do consagrado cineasta brasileiro Fernando Meirelles: Dois Papas.

Considero o filme técnica e esteticamente bem elaborado, feito nos próprios espaços grandiosos do Vaticano. Sua base é fundada em fatos históricos, evidentemente, com a criatividade que este tipo de arte permite, particularmente na construção dos diálogos. Mas neles se entrevê suas respectivas teologias e afirmações conhecidas.

Feliz Ano Novo

Edição nº 1708 - 03 de Janeiro de 2020

Queremos Te dar graças, Senhor, pelo Ano Velho, porque mesmo que não tenha sido um Feliz Ano Velho, aprendemos que na generosidade, na bondade, na paciência e no perdão é possível superar a mentira, o ódio, o desamor e alcançar um Ano Novo de Paz, serenidade, verdades e esperanças.

Então, queremos Te dar graças, pelo Ano Novo.

Porque o Ano Novo costuma ser uma festa de arromba, evocando aqui uma velha canção... mas graças Te damos, Senhor, pelo silêncio que deve existir em nós para ouvir a voz que vem de Ti.

As mulheres na vida de Jesus e a companheira Míriam de Magdala

Edição nº 1707 - 27 de Dezembro de 2019

Jesus é judeu e não cristão, mas rompeu com o anti-feminismo de sua tradição religiosa. Considerando-se sua gesta e palavras percebe-se que se mostrava sensível a tudo o que pertence à esfera do feminino em contraposição aos valores do masculino cultural, centrado na submissão da mulher. Nele se encontram, com frescor originário, sensibilidade, capacidade de amar e perdoar, ternura para com as crianças, para com os pobres e compaixão para com os sofredores deste mundo, abertura indiscriminada a todos, especialmente a Deus, chamando-o de Paizinho querido (Abba).