Jornal O Estado do Triângulo - Sacramento
Edição nº 1783- 18 de junho de 2021

Crônicas

Dia do professor

Edição nº 1123 - 12 Outubro 2008

Ao longo de meus 25 anos de magistério e após ter-me aposentado há mais de 20 anos, no final do ano de 1987, venho falando constantemente na imprensa falada e escrita, expondo minha opinião sobre o vulnerável ensino brasileiro, porém, sempre procurando defender e valorizar o professor e a escola pública, mesmo diante de todas as suas mazelas e dificuldades.

Democracia Capenga

Edição nº 1123 - 12 Outubro 2008

Passadas as eleições municipais cria-se a expectativa em torno dos eleitos em Sacramento. O marasmo da transição permite avaliar com calma o resultado das urnas onde dois terços dos eleitores não votaram no prefeito eleito, somados os votos dos candidatos derrotados e as abstenções (em torno de 12%) . As regras são claras e as condições iguais para os participantes do processo eleitoral, tacitamente acordados neste princípio de ser eleito o candidato majoritário. A legitimidade do processo é inegável.

Democracia Capenga

Edição nº 1123 - 12 Outubro 2008

Passadas as eleições municipais cria-se a expectativa em torno dos eleitos em Sacramento. O marasmo da transição permite avaliar com calma o resultado das urnas onde dois terços dos eleitores não votaram no prefeito eleito, somados os votos dos candidatos derrotados e as abstenções (em torno de 12%) . As regras são claras e as condições iguais para os participantes do processo eleitoral, tacitamente acordados neste princípio de ser eleito o candidato majoritário. A legitimidade do processo é inegável.

E vence a democracia

Edição nº 1122 - 6 Outubro 2008

A vontade soberana do povo está manifestada. O povo sacramentano comemora a sua vontade para os próximos quatro anos, ao final do momento mais democrático da história do pais, o do voto, o de eleger seus governantes. 

Carta à Redação.

Edição nº 1121 - 3 Outubro 2008

Sr. Editor

Querida Iara

Edição nº 1121 - 3 Outubro 2008

Te conheci há quanto tempo, no seio de uma família maravilhosa. Primeiro, teu pai, Clemente, velando como médico (naquela época em que a medicina como a educação eram sacerdócios) a asma de meu inesquecível irmão, Tunim. Foi assim, durante toda a sua vida, um médico humanista. Na política revelou-se um homem integralíssimo, singular na cobrança da ética. Me lembro de um delegado atrapalhado que aderiu a uma certa campanha política e foi comemorar a vitória de seu candidato, em carreata, na porta de tua casa.

Meio Ambiente, Ética e Cidadania

Edição nº 1120 - 28 Setembro 2008

Às vezes, cobramos excessivamente os deveres do próximo, e esquecemos das nossas próprias responsabilidades. Exigimos que os governantes sejam honestos, porém, nós cidadãos, não passamos de um povo desonesto que só sabe cobrar e mandar, sendo que um verdadeiro cidadão, em primeiro lugar, cobra de si mesmo depois dos outros.

Fim da greve

Edição nº 1120 - 28 Setembro 2008

Fim da Greve

Creio no mundo... no mundo criado por Deus. Um mundo deveras, diferente do que vejo agora.

Sei, que cada um de nós, temos um certo grau de evolução, fato que deve ser respeitado.

A medida do amor

Edição nº 1119 - 21 Setembro de 2008

A vida humana na terra é uma batalha, dizia Jó (Jo 71). Nessa batalha há momentos em que temos que fugir. Há outros em que é preciso atacar e enfrentar fortemente as situações. Fugir, nem sempre é covardia. Pode ser estratégia para atrair o inimigo para o próprio campo. S. Filipe Néri dizia que, em certos casos, quem vence são as pernas. Esta batalha, de que fala Jó, continua. É a batalha do amor. Quanto mais queremos amar, mas temos que ter uma estratégia para equilibrar nossas atitudes. Estamos refletindo sobre a virtude da temperança.