Jornal O Estado do Triângulo - Sacramento
Edição nº 1771 - 26 de Março de 2021

Crônicas

O povo organizado, protagonista da nova sociedade

Edição nº 1634 - 03 de Agosto de 2018

         O Papa Francisco além de ser um líder religioso emerge também como um dos maiores líderes geopolíticos atuais. Ele tem um lado. Não reproduz um discurso equilistra, próprio dos pontífices passados. Pelo fato de ter claramente um lado, o dos pobres, das vítimas e da vida ameaçada, anuncia e denuncia. Denuncia um sistema que idolatra o dinheiro e se faz assassino dos pobres e depredador da natureza. Entende-se: é o sistema e a cultura do capital.

“Aqui estou! Venho como ministro de Cristo e servidor da Comunidade”

Edição nº 1634 - 03 de Agosto de 2018

Pe. Ricardo na sua mensagem, sintetizou a sua trajetória de vida, até a sua nomeação para  a cidade e disse: “Aqui estou! Venho como ministro de Cristo e servidor da Comunidade” (...) Sei dos desafios, mas ecoa em meu coração o que afirma o Senhor: “Basta-te a minha graça!” Quero ajudar Sacramento a cumprir a missão com a qual foi fundada pelo Conego Hermógenes, a saber, ser um “Pasto espiritual onde as almas receberiam os inefáveis Sacramentos da Igreja”. Para isto vamos amar mais e adorar mais o Santíssimo Sacramento. 

Está confuso mas eu sonho

Edição nº 1633 - 27 de Julho de 2018

“Faz escuro mas eu canto, porque a manhã vai chegar”, proclamou o poeta Thiago de Mello na época sombria da ditadura civil-militar de 1964.”

Está confuso mas eu sonho”, digo eu, nestes tempos não menos sombrios. O sonho ninguém pode prender. Ele antecipa o futuro e anuncia o amanhã.

Ninguém pode dizer o que vai ser deste país após o golpe parlamentar-jurídico-mediático de 2016. Faz escuro e tudo está confuso mas eu sonho. Este sonho está rodando em minha cabeça há muitos dias e resolvi expressá-lo para alimentar a nossa inarredável esperança.

O peruano Gustavo Gutiérrez, pai da Teologia da Libertação, faz 90 anos (Parte 3)

Edição nº 1632 - 20 de Julho de 2018

Publicamos aqui esta homenagem, feita de muitas memórias de Frei Betto sobre Gustavo Gutiérrez, o pai da Teologia da Libertação. Unimo-nos às palavras de Frei Betto: Lboff

 

***

Esta característica permitiu que ele trabalhasse no rascunho do famoso Documento de Medellín, aprovado pela Conferência Episcopal Latino-americana, em 1968 – um texto que se tornaria fundamental à prática e teoria da Igreja dos pobres na América Latina.

O peruano Gustavo Gutiérrez, pai da Teologia da Libertação, faz 90 anos (Parte 2)

Edição nº 1631 - 13 de Julho de 2018

Publicamos aqui esta homenagem, feita de muitas memórias de Frei Betto sobre Gustavo Gutiérrez, o pai da Teologia da Libertação. Unimo-nos às palavras de Frei Betto: Lboff

 

Uma teologia “ilegítima”

O peruano Gustavo Gutiérrez, pai da Teologia da Libertação, faz 90 anos

Edição nº 1630 - 06 de Julho de 2018

Publicamos aqui esta homenagem, feita de muitas memórias de Frei Betto sobre Gustavo Gutiérrez, o pai da Teologia da Libertação. O texto é belíssimo e comovedor, justa homenagem a quem tanto se dedicou aos pobres, pondo-os no centro da reflexão teológica, como os principais representantes do Cristo crucificado. Eles estão crucificados e sua teologia é um esforço de junto com eles, baixá-los da cruz e torná-los plenamente humanos.

Com Trump tempos dramáticos nos esperam

Edição nº 1629 - 29 de Junho de 2018

A humanidade está sob várias ameaças: a nuclear, a escassez de água potável em vastas regiões do mundo, o aquecimento global crescente, as consequências dramáticas da Sobrecarga dos bens e serviços naturais, indispensáveis à vida (the Earth Schoot Day).

O peso kármico da história do Brasil

Edição nº 1628 -22 de Junho de 2018

A amplitude da crise brasileira é de tal gravidade que nos faltam categorias para elucidá-la. Tentando ir além das clássicas abordagens da sociologia crítica ou da história, tenho-me valido da capacidade elucidativa das categorias psicanalíticas da “sombra” e da “luz” generalizadas como constantes antropológicas, pessoais e coletivas. Ensaiei uma compreensão possível que nos vem da teoria do caos, capítulo importante da nova cosmologia, pois deste caos, em situação de altíssima complexidade e jogo de relações, irrompeu a vida que conhecemos, inclusive a nossa.

Sabem o que eu acho...

Edição nº 1628 -22 de Junho de 2018

Que a rua hoje, nesta manhã de 21 de junho, estava muito bonita em Sacramento, muito colorida com o protesto da juventude, rostos iluminados pela consciência que se abre a um mundo que pode ser diferente, uma consciência iluminada que se desperta contra a injustiça, a desvalorização da educação, o parcelamento de salários, o adiamento...

A crise brasileira à luz da teoria do caos

Edição nº 1627 - 15 de Junho de 2018

Já há muitos anos, cientistas vindos das ciências da vida e do universo começaram a trabalhar com a categoria do caos. Inicialmente, também Einstein participava da visão de que o universo era estático e regulado por leis determinísticas. Mas sempre escapavam alguns elementos que não se enquadravam nesse esquema. Para harmonizar a teoria, Einstein criou o “princípio cosmológico” do qual mais tarde se arrependeria muito, porque não explicava nada, mas mantinha a teoria standard do universo linear  inalterada.