Jornal O Estado do Triângulo - Sacramento
Edição nº 1771 - 26 de Março de 2021

CIDADE

Cidade ganha dois artistas

Edição nº 1133 - 21 Dezembro 2008

Aposentado pelo Banespa, o jornalista Odair Papaiz, o Dadá Rodrigues, 55 anos, veio com mala, cuia e a simpática esposa a atriz, Rose Del Carmen, para trabalhar em Sacramento, cidade que sentiu um ‘amor à primeira vista’. “Sacramento tem uma aura especial, uma espiritualidade que a gente sente no ar, quando estamos aqui”, disse em entrevista, muito à vontade, na redação do jornal, onde esteve com Rose para falar um pouco de sua vida e de seus projetos na cidade. 

Deu no ET há 30 anos

Edição nº 1133 - 21 Dezembro 2008

P.M. dá mais segurança à cidade

Com a instalação do 3º pelotão da polícia militar em Sacramento, e com o natural aumento do contingente, a cidade passou  a ter mais segurança e tranqüilidade.

O povo quer saber

Edição nº 1131 - 07 Dezembro 2008

Quando a Polícia vai desmascarar o autor de todas essas cartas apócrifas distribuídas pelas madrugadas na cidade?

Cidade ganha nova psicanalista

Edição nº 1124 - 19 Outubro 2008

Jorcelaine Aparecida dos Santos, a Jô, 31, é sacramentana de nascimento, mas há dez anos deixou a cidade, para concluir o ensino médio, em Franca (SP) onde cursou até o 3º ano de Direito, quando abandonou o curso para formar-se em Técnica em Administração. Seguiu para Ribeirão Preto, para trabalhar, onde iniciou um trabalho social, junto a grupo de jovens evangélicos, de onde veio a idéia de cursar Teologia e, mais tarde, Psicanálise. “Conheci o trabalho desse grupo de jovens, de grande alcance social, e passei a trabalhar com eles.

Candidatos agitam a cidade nos últimos dias de campanha

Edição nº 1470 - 19 de Junho 2015

O corre-corre dos candidatos foi geral na cidade para aproveitar os últimos dias para convencer o eleitor. Carros de som, propagandas nas rádios, reuniões e visitas vararam a noite, para garantir o voto. Até mesmo um boletim apócrifo foi espalhado pela cidade, na madrugada do dia 1º. Usando o tema das 'Bolsas da Unipac' e sem nenhuma prova, o boletim fazia sérias acusações sobre o fato. Descobriu-se mais tarde os dois autores da distribuição e as provas estão sendo colhidas.