Jornal O Estado do Triângulo - Sacramento
Edição nº 1777 - 07 de Maio de 2021

Transparência é o que mais queremos na Santa Casa

Edição nº 1445 - 24 Dezembro 2014

A frase que serve como título desta matéria é do administrador hospitalar, Juliano Almeida (detalhe) , contratado recentemente pela provedoria da instituição para enriquecer a sua gestão. Formado pelo Centro Universitário São Camilo, referência na área no país, Juliano vem dando nova feição à Santa Casa. Veja o resumo da entrevista que concedeu ao ET. 

 

Vínculo da Santa Casa com a Prefeitura

Nenhum. Santa Casa é um serviço de extrema importância para a prefeitura, que por ser Gestão Plena de Saúde, é a responsável por garantir a prestação dos serviços de saúde do SUS – Sistema Único de Saúde seja por meio de serviço próprio ou de terceiros, sendo a Santa Casa um terceiro. A Santa casa é uma instituição filantrópica, privada, pelos estatutos, pertencente à Sociedade São Vicente de Paulo, que não tem vínculo nenhum com a prefeitura. Ela recebe recursos da Prefeitura porque é uma instituição prestadora de serviços, ressaltando que todo o recurso proveniente dos contratos para atendimento SUS (internação e urgência) são disponibilizados pelo FNS – Fundo Nacional de Saúde, não sendo portanto recurso de arrecadação Municipal. Salienta-se ainda que a subvenção – este sim recurso Municipal – que é repassada à Santa Casa é de extrema importância e um dos motivos pelos quais a instituição ainda encontra-se de portas abertas. O que existe entre ambas é uma parceria muito saudável, sem nenhuma interferência política, esperamos. 

 

A Santa Casa é da cidade, é do povo

As questões da interferência política nas Santas Casas são públicas e notórias, não apenas em Sacramento. Esses estabelecimentos sempre foram lugar de se ganhar votos, e de promessas eleitoreiras, especialmente em cidades menores. E Sacramento não foge à regra. Respondendo a pergunta, acho sim que esse viés de “politicagem” que ocorria dentro da instituição inibe a participação da população já que política tem sempre suas rivalidades e objetivos, que por melhores que sejam, nem sempre vão de encontro com os da instituição. É preciso ter uma parceria saudável, sem interferência do poder público, onde o foco seja o paciente e não o eleitor. Com isso a comunidade acaba se organizando por conta própria em prol do bem-estar da instituição, como vem acontecendo - primeiro com a troca do telhado, a seguir, as reformas dos apartamentos - tudo graças à participação e ajuda da população. Afinal, a Santa Casa é da cidade, é do povo.

 

De quem foi a iniciativa 

A iniciativa não partiu da Santa Casa, mas da sociedade. Uma de nossas dedicadas colaboradoras da enfermagem, Sra. Gasparina Cândido da Luz contando ainda com o apoio, empenho e dedicação constantes da Sra. Nilda Iva, nossa Tesoureira, conseguiu com o empresário sacramentano, José Humberto Ramos, residente no Paraná, a troca do telhado de todo o bloco da rua Dr. Onofre. O Sr. José Humberto foi o mecenas inicial disso tudo, visto que logo outros abraçaram a causa para trocar todo o restante do telhado da instituição, a partir de uma campanha desenvolvida pelos voluntários Helaine Zandonaide, Adriano Celso, Paulinho (da Zandonaide), Cristina Belai, entre muitos outros, e hoje vemos que o telhado está quase todo pronto, graças a doações da população. Ressaltamos que a Santa Casa não recebeu nenhuma doação em dinheiro - seja em espécie ou cheque - apenas materiais e serviços.

 

Modelo de gestão 

Satisfeito com o resultado, Juliano afirma que a iniciativa da população, está dentro da nova proposta para a Santa casa. “Queremos fazer aqui um modelo de gestão similar ao do Hospital Dr. Hélio Angotti, abrindo as contas para a população, mostrando os problemas e buscando soluções em conjunto com a comunidade, sempre pautados em transparência, honestidade e firmeza”.

 

Problemas estruturais

Enquanto as reformas físicas continuam, há muito mais a se fazer na Santa Casa, em relação a problemas estruturais, como por exemplo a má conservação dos quartos SUS, quartos estes que no ano de 2015 queremos melhorar e buscaremos parceiros e verbas para tanto.

Finalizando, Juliano informa que na Santa Casa podem ser obtidas informações sobre os grupos de voluntários que prestam essa ajuda e comunica que já estão disponíveis as cartelas para o Bingo Beneficente em parceria com a Paróquia Nossa Senhora da Abadia e do Chá Beneficente realizado pela Casa da Amizade cuja verba será revertida para a reforma de alguns quartos.