Jornal O Estado do Triângulo - Sacramento
Edição nº 1742 - 28 de agosto de 2020

Pároco entrega comendas e recebe Título de Cidadania

Edição nº 1468 - 5 Junho 2015

No encerramento da festa de instalação e dedicação da Basílica e da coroação pontifícia da padroeira da cidade, o pároco Pe. Sérgio Márcio de Oliveira prestou duas justas e merecidas homenagens àqueles que notoriamente contribuíram pela consolidação de todo o processo, o cardeal Dom Raymundo Damasceno de Assis e o escritor Amir Salomão Jacób.

Lembrando as palavras de Aristóteles, saudou o pároco:“A grandeza não consiste em receber honras, mas em merecê-las”, agraciando os homenageados. Criada em 2014, a honraria é outorgada pelo pároco a benfeitores da Paróquia do Santíssimo Sacramento Apresentado pelo Patrocínio de Maria e, também, a todas as pessoas que prestam relevantes serviços à Igreja Católica, em qualquer continente. 

“Viestes como peregrino e como Pastor. Como peregrino buscar a bênção da Senhora do Patrocínio do Ssmo Sacramento; como Pastor, nos mostrar o caminho que nos conduz à verdade... Somos imensamente gratos pela vossa presença cheia de bênçãos e de graça, presença honrosa para um povo humilde e cheio de fé. Que Vossa Eminência possa incluir as terras do Ssmo Sacramento Apresentado pelo Patrocínio de Maria também em sua história de vida...”, saudou a professora Márcia Bizinoto, em nome da Paróquia. 

Dom Damasceno de Assis recebeu da paróquia a réplica da imagem da padroeira da cidade das mãos do casal, Armando Jerônimo e Maria Ângela Silva e Melo. O cardeal foi também portador de outra imagem que será entregue ao Sumo Pontífice juntamente com alfaias bordadas com o brasão da Paróquia Santíssimo Sacramento Apresentado pelo Patrocínio de Maria.

Na noite do dia 1º/06, o pároco Pe. Sérgio Márcio de Oliveira,  tornou-se, legitimamente, filho das terras do Santíssimo Sacramento, através de Título de Cidadania, outorgado pela Câmara Municipal de Sacramento, por indicação do vereador Márcio Luiz de Freitas, com aprovação unânime da Casa. O pároco, meritoriamente, recebeu o diploma acompanhado por um grupo de amigos, os  padres Gil Araújo e Dionísio Zamunner, religiosas e  paroquianos. 

 

Padre Sérgio, parece que o senhor está em Sacramento há 20 anos

Márcio Luiz de Freitas , vereador proponente do Título de Cidadania, ressaltou no seu breve discurso que Pe. Sérgio, nos dois primeiros anos de seu vicariato foi um pároco dinâmico e atuante, que prestou relevantes serviços à comunidade. 

“- Padre Sérgio, parece que o senhor está em Sacramento há 20 anos, pelas tantas coisas e tantas bênçãos com que brindou a cidade nesses pouco mais de dois anos”, frisou, lembrando suas principais ações: melhorias na Rádio Sacramento, reformou a sede paroquial; reformounossa Igreja Matriz e a elevou à condição de Basílica; tornou nossa padroeira reconhecida canonicamente; promoveu a volta do Sacrário ao centro da Matriz... São obras que Sacramento jamais irá esquecer, por isso torna-se filho de nossa terra, a partir de hoje é o mais novo sacramentano”.

Visivelmente emocionado, o pároco agradeceu a homenagem. “Torno-me sacramentano por lei, mas já o era de coração. Torno-me hoje herdeiro das graças pedidas por Cônego Hermógenes para os filhos e as filhas de Sacramento. Torno-me hoje um filho bendito e abençoado da Virgem do Patrocínio do Ssmo. Sacramento. Agradeço de coração a indicação. Agradeço de coração a todos os vereadores pela votação unânime. Muito obrigado’’. 

Finalizando, afirmou o sacerdote: ‘‘Esse diploma de filho de Sacramento é um troféu que compensa a luta e me impulsiona a buscar a ser, cada vez mais, sacerdote do Altíssimo e amigo, irmão e pai na fé de muitos e muitos cristãos onde Deus me colocar a servi-lo. Muito obrigado”.