Jornal O Estado do Triângulo - Sacramento
Edição nº 1783- 18 de junho de 2021

Dom Roque morre em Uberaba

Edição nº 1412 - 02 Maio 2014

O arcebispo emérito de Uberaba, dom Aloisio Roque Oppermann, 77,  foi encontrado morto em sua residência, no bairro Mercês, em Uberaba, na manhã do domingo, 27, por volta das 9h30. Dom Roque, como era conhecido,  deveria celebrar a missa dominical das 7h, no Carmelo, porém não compareceu. Um grupo de padres foi até a residência onde encontraram o corpo no sofá, a TV ligada e um jornal do dia 26 aos seus pés, o que indica que ele faleceu no sábado. A causa da morte foi dada como indeterminada, mas o  arcebispo era diabético, sofria de  doença coronária crônica e um problema de água no pulmão.

Dom Roque foi velado, a partir das 15h30,  na Catedral Metropolitana de Uberaba, onde foi sepultado,  após a missa de exéquias celebrada às 9h da manhã da segunda-feira, 28. 

Dom Aloísio  Roque  foi o sexto bispo e terceiro Arcebispo de Uberaba. 

Natural de São Vendelino, no Rio Grande do Sul,  Dom Roque, após os primeiros estudos na cidade de natal, seguiu para Brusque, em Santa Catarina, onde fez seus estudos de Filosofia, no convento da Congregação do Sagrado Coração de Jesus. O curso de Teologia foi em Taubaté (SP), onde foi ordenado padre 1961 pelas mãos de Dom Francisco Borges do Amaral. Na Congregação SCJ especializou-se em Orientação Educacional, Biologia e Pastorais Eclesiais. Exerceu vários cargos, dentre eles, Reitor de seminário e educador do Instituto dos Meninos de São Judas Tadeu e do Orfanato São Judas, em São Paulo, pároco em Curitiba-PR, e em Varginha-MG. Foi nomeado primeiro bispo de Ituiutaba-MG, em 2 de fevereiro de 1983, e ficou à frente da diocese por seis anos. Em 1988, assumiu a diocese de Campanha (MG) por sete anos, até que foi nomeado Arcebispo de Uberaba (MG), em 1º de maio de 1996.  Dom Roque foi coordenador da Comissão de Liturgia do Leste II por cinco períodos e membro do Conselho permanente da CNBB.

Nos seus 16 anos de episcopado na Arquidiocese Dom Roque valorizou os meios de comunicação, ampliou o número de paróquias e do clero, além da valorização dos grupos de reflexão. Reabriu o Seminário de Teologia São José, em Uberaba, criou o Seminário de Filosofia Nossa Senhora da Abadia, o Tribunal Eclesiástico Interdiocesano e instituiu os Diáconos Permanentes, dentre outras ações. 

Também o bispo dom José Moreira Bastos Neto, 61, faleceu em Três Lagoas (MS). Dom José, que é mineiro de Simonésia (Zona da Mata) participava de um encontro com religiosos, quando passou mal. Ele chegou a ser levado ao hospital, mas faleceu vítima  de infarto.  Seu corpo foi trasladado pra a cidade natal, onde foi sepultado. Dom Aloísio Roque e dom José  faleceram às vésperas da canonização dos dois Papas,  João Paulo II e João Paulo XXIII.