Jornal O Estado do Triângulo - Sacramento
Edição nº 1751 - 30 de Outubro de 2020

Polícia em Ação...

Edição nº 1751 - 30 de Outubro de 2020

Na última segunda-feira 26, a Polícia Civil de São Paulo, cumpriu 54 mandados em uma operação contra uma quadrilha especializada em furto e adulteração de carros em Barretos (SP). Ao todo, foram cumpridas 20 ordens de prisão e 34 de busca e apreensão pela força-tarefa denominada 'Desmonte', que contou com a participação de 90 agentes.

As diligências, segundo as autoridades, foram realizadas em sete cidades paulistas:  Franca, Guaíra, Ituverava, Jardinópolis, Miguelópolis, Ribeirão Preto e Sales Oliveira, e uma em Sacramento (MG).

Durante a operação, as equipes encontraram um "cemitério" na zona rural de Guaíra (SP), cidade que fica a 161,1 Km, de Sacramento, usado, segundo as investigações, para retirar peças de carros furtados.

Os suspeitos vão responder por organização criminosa, furto, receptação e adulteração de sinal identificador de veículo automotor.


Operação ‘Desmonte’

As investigações começaram há um ano e apontaram para a existência de uma organização criminosa que não só furtava automóveis, como também adulterava veículos para conseguir vendê-los.

Segundo a força-tarefa, os criminosos compravam, por preço mais baixos, veículos danificados por acidentes ou queimados, mas sem problemas de registro de chassi ou motor. Em seguida, furtavam ou encomendavam o furto de automóveis dos mesmos modelos. Na sequência, os ladrões desmontavam os carros furtados e colocavam as peças deles nos automóveis que haviam adquirido. Um "cemitério" de veículos na zona rural de Guaíra é apontado como o local em que os criminosos agiam para praticar a adulteração.

Com isso, o grupo conseguia recuperar os veículos que não tinham restrições legais para, assim, vendê-los por preços até oito vezes maiores do que os valores que haviam desembolsado. De acordo com investigadores da Polícia Civil, pelo menos nove carros foram levados para Barretos entre outubro do ano passado e janeiro deste ano.

 

Em Sacramento, PC apreende duas Hilux e efetua uma prisão 

As Polícias Civil de Sacramento e Conquista, em cumprimento de mandado de busca e apreensão expedido pelo Juiz Luciano de Oliveira Silva, da 2ª Vara Criminal da Comarca de Barretos (SP), apreenderam num estabelecimento de Sacramento, dois veículos Toyota Hilux, sendo um de Franca, que foi capotado e deu perda total, e um de Uberaba, mas apenas a carcaça (sem motor, portas, rodas etc). 

No momento da abordagem foi constatada que o funcionário MRF possuía um mandado de prisão em aberto e foi imediatamente preso. No local foram também encontrados e apreendidos os documentos pessoais de uma vítima de roubo de caminhonete,  JCS (cartão de crédito/débito Visa, da Caixa Econômica Federal,   carteira de identidade e CNH) e foram  apreendidos dois celulares.

 De acordo com a PC, foi instaurado inquérito policial para continuidade das investigações.

 

Cardiologista é preso acusado de estuprar uma paciente dentro de consultório em Uberaba

O médico cardiologista, de 48 anos, FFV foi preso suspeito de cometer abuso sexual durante uma consulta em Uberaba. O assédio ocorreu na manhã dessa quarta-feira 28 e a prisão na noite do mesmo dia.

Segundo relato da vítima à Polícia Militar, ela estava sofrendo taquicardia (coração acelerado) e procurou ajuda médica, tendo consulta agendada para as 10h. Ela chegou no horário marcado e o exame teria se estendido até às 11h50.

Durante esse tempo, segundo a vítima, o médico pediu que ela se deitasse de bruços e ficasse com as mãos para trás, momento em que o médico começou apalpá-la até chegar às vias de fato, enquanto o marido a aguardava do lado de fora do consultório. 

Depois disso, muito assustada ela saiu, e com medo da reação do marido, naquele momento, não conseguiu contar nada. À noite do mesmo dia 28, ela procurou a base Aisp do Boa Vista e foi encaminhada para exames, onde constatou-se o ato. 

Diante da confirmação pericial da paciente a PM se deslocou até o condomínio onde o médico mora e foi efetuada sua prisão. O médico preso se encontra no presídio de Sacramento.