Jornal O Estado do Triângulo - Sacramento
Edição nº 1771 - 26 de Março de 2021

Polícia em ação

Edição nº 1692 - 13 de Setembro de 2019

Acidente mata homem  e criança na MG-428


Na manhã do sábado, 7 de setembro, um acidente envolvendo  cinco pessoas na MG-428 (Araxá/Franca) assustou a cidade. O acidente, que aconteceu na altura da região dos Oliveiras, deixou dois mortos, um homem de 37 anos, Fernando César da Silva Souza e uma criança de 8 anos, Patrick da Cruz Santos.   Outras   três vítimas, um casal e uma criança de 11 anos foram encaminhadas para a Santa Casa de Sacramento.  

O acidente ocorreu na noite da sexta-feira 6 e, conforme informações da Polícia Militar Rodoviária (PMR), a vítima Fernando César, conduzia um veículo Volkswagen Gol de cor branca com placas de Sacramento pela rodovia, sentido Sacramento/Araxá, quando ao  passar pelo km 67, perdeu o controle direcional do veículo, que saiu da pista e capotou, caindo numa ribanceira de cerca de 250 metros de altura, um local de difícil acesso.

 Como era noite e devido à falta de testemunhas, as vítimas foram vistas somente na manhã do sábado 7,  cerca de oito horas depois, por motoristas que passaram pelo local e acionaram o socorro.

 Viaturas de resgate e salvamento do Corpo de Bombeiros foram para o local do acidente e constataram que o motorista Fernando e a criança Patrick morreram na hora.  O casal e a criança de 11  anos apresentavam vários ferimentos  foram encaminhados para a Santa Casa de Misericórdia de Sacramento e para o Pronto Atendimento Municipal de Araxá.

 Um perito da Polícia Civil compareceu ao local, para os trabalhos técnicos e, em seguida, os corpos de Fernando e Patrick foram encaminhados para o Instituto Médico Legal de Araxá, onde foram feitas as necropsias e posteriormente liberados para os familiares realizarem velório e sepultamento.

 

Jovem é preso transportando drogas dentrode ônibus de estudantes em Nova Ponte


Um jovem de 19 anos foi preso pela polícia Militar, por suspeita de tráfico de drogas, dentro de um ônibus de estudantes, em Nova Ponte. A prisão se deu, após a Polícia Militar receber uma denúncia, de que o jovem teria saído de Nova Ponte com destino a Uberaba, para buscar uma grande quantidade de drogas.

Ele foi abordado dentro de um ônibus para estudantes e contou que pagou cerca de R$ 750 pela droga que renderia R$ 2 mil com a comercialização. O jovem ainda disse para os militares, que essa era a terceira vez que realizava a viagem até Uberaba para buscar a droga. O jovem foi preso e encaminhado à Delegacia de Polícia. 

 

 

PRF apreende mais de duas toneladas de maconha na BR-262

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu, na tarde do último sábado 7, na BR 262 um caminhão que transportava mais de 2 toneladas de maconha.  A droga que estava debaixo de uma carga de caixotes vazios era transportada por um homem de 24 anos, com destino a Manhuaçu (MG).

A PRF informou que realizava fiscalização na rodovia, quando abordaram o caminhão Mercedes Benz procedente do Mato Grosso do Sul, com uma carga de caixotes vazios. Ao ser indagado pelos agentes sobre a viagem, o condutor apresentou nervosíssimo e disse ter sido  contratado para buscar abacaxis na cidade mineira. 

 

Depois de uma busca minuciosa no veículo, os policiais localizaram de 2.010 tabletes de maconha escondidos debaixo dos caixotes. Cada tablete pesava cerca de 1 kg da droga. O motorista que foi preso, vai responder por tráfico de drogas.  

 

Motorista  depois de ter caminhão roubado  na MG-428 é abandonado em canavial

AVS, de 50 anos, vinha de Barueri (SP) para Ibiá (MG) e trafegava pela MG-428, no caminhão VW 24-250, carregado de oito toneladas de inseticidas, quando passava por um aclive, próximo ao Km 90, um veículo Gol ou Fiesta preto emparelhou com o caminhão  e um dos ocupantes apontou-lhe uma arma e gritando mandou parar o caminhão. Ao parar o veículo, três indivíduos saíram do carro, um deles sempre apontando uma arma em sua direção ordenou que saísse do caminhão pela janela, sem abrir a porta do veículo.

 Segundo a vítima, os autores o colocaram no banco de trás do carro, determinando que ficasse deitado e com a cabeça coberta com um pano. Em seguida, os autores, mascarados, somente com os olhos descobertos, rodaram por cerca de 40 minutos até parar no meio de um canavial, sempre mantendo-o de costas. 

 Relata a vítima que por volta das 16h, os autores mandaram que ficasse quieto, pois tinham que sair do local, mas que voltariam para buscá-lo.  AVS informa que ao perceber que os autores saíram do local, ele saiu em busca de auxílio e conseguiu uma carona até Uberaba, quando soube que estava próximo à BR-262.

 Conforme o BO, durante o atendimento da vítima, a PM realizou contato com a empresa, que informou  que os rastreadores do caminhão foram desligados no local onde ocorreu o roubo, não sendo mais possível o monitoramento. EJT, representante da empresa Luft, esteve em Uberaba, passando as informações sobre a carga e documentos emitidos. Além do caminhão e a carga, os autores levaram um celular Motorola, uma mochila com os pertences pessoais da vítima, incluindo a chave de um veículo Kadet e R$ 400,00 em dinheiro.

 

 Ainda na noite do dia 10, o caminhão foi recuperado, após denúncia através de ligação telefônica informando, às 20h31, que um caminhão encontrava-se às margens da estrada vicinal LMG 798, Km19, região da Chácara Santa Fé, no município de Uberaba. No local, a polícia localizou o caminhão VW 24-250 roubado pela manhã na MG-428 no município de Sacramento.  O único dano aparente era no painel interno e o console, que estavam danificados.  

 

Gaeco prende a quadrilha suspeita de obter vantagens para devolver bens a vítimas de roubos/furtos

Seis policiais civis e um vereador foram presos, na manhã dessa quinta-feira 5, na região de Franca (SP). No total, foram cumpridos sete mandados de prisão e oito de busca e apreensão em Ituverava, Cristais Paulista (SP), Guará (SP), Rifaina (SP) e Sacramento (MG).

As prisões ocorreram no âmbito da Operação QSJ, coordenada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público (MP), em conjunto com a Corregedoria da Polícia Civil.

De acordo com o Gaeco, os envolvidos são investigados por suspeita de integrarem um esquema criminoso para obter vantagens financeiras indevidas para devolver bens às vítimas de roubos e furtos de animais, tratores e caminhões.

Na cidade de Ituverava, um vereador da cidade também foi preso. Ele é dono de uma empresa de guincho e transporte de veículo. De acordo com a investigação, o vereador pagava policiais civis em troca da indicação de sua empresa.

 

Os presos foram levados para o Gaeco de Franca e o delegado encaminhado para a sede da Corregedoria da Polícia Civil em Ribeirão Preto. (Fonte: https://gcn.net.br/Redação ET)