Jornal O Estado do Triângulo - Sacramento
Edição nº 1771 - 26 de Março de 2021

Polícia em ação

Edição nº 1444 - 12 Dezembro 2014

Caixas de cerveja são furtadas em Ginásio de Esporte

O Ginásio de Esportes do Rosário (Mário Antônio de Almeida) foi alvo de desocupados no último dia 8. O furto de guloseimas (chicletes, balas e bebidas foi constatado pelo funcionário VMB, responsável pela limpeza da quadra, que ao chegar viu o freezer aberto  e várias caixas vazias no chão. Pessoa não identificada,  após arrombar a porta de aço dos fundos da quadra entrou pela janela do banheiro chegando à lanchonete onde fizeram um limpa, furtando 16  caixas de cervejas sendo quatro caixas da marca Brahma de 18 unidades, e 12 caixas das marcas Skol, Antártica e Brahma de doze unidade, várias garrafas  pets de Coca-Cola dois litros e guaraná Antártica de dois litros e várias caixas de guloseimas.  Não há suspeito. O estranho é estarem comercializando cerveja num Ginásio de Esportes. 

 

Menores assaltados na praça

Dois menores foram vítimas de roubo na praça Monsenhor Saul Amaral, próximo ao Poliesportivo Marquezinho, no dia 9, por volta das 22h40. O adolescente G relatou que ele e outros amigos, foram abordados por dois indivíduos desconhecidos, que se aproximaram e anunciaram o roubo. Segundo o adolescente G, três dos seus colegas saíram correndo, ficando para trás somente ele e seu amigo E. Dizem os garotos que um dos indivíduos aproximou-se deles de posse de um objeto nas mãos dizendo que estava armado e passou a agredi-los com  chutes,  obrigando-os a se deitarem no chão e  que entregassem os celulares se não os mataria. G disse ao autor que não tinha celular, mas que o autor deu busca e localizou o aparelho no bolso da bermuda, mas não encontraram o celular de A. Os garotos não souberam informar o tipo de arma que os autores estariam usando,  alegando que ficaram muito  nervosos e assustados com a situação e não prestaram atenção.  

 

Criminosos armados rendem dois ônibus no município 

Dois ônibus da viação Gontijo, um na rota Belo Horizonte/Campo Grande (MS), outro Belo Horizonte/São José do Rio Preto  foram abordados por criminosos na BR-262,  altura do km 751, na madrugada do dia 4. Após obrigaram os motorista a seguirem para uma estrada vicinal no  município de Sacramento efetuaram o roubo dos passageiros e encomendas transportadas pela empresa.. 

A PM de Sacramento foi acionada a comparecer à BR-262, a 2 km do Nova Era, onde encontrou os veículos,  a aproximadamente 1 km da rodovia. 

Os motoristas, ARC e CSD, relataram que  trafegavam juntos e que no trecho próximo a descida para a ponte do rio Araguari (rio das Velhas), apareceram os indivíduos num Sedan prata que os  forçaram a parar os ônibus efetuando disparos de arma de fogo no para-brisas do primeiro ônibus. Após pestacionarem, quatro indivíduos encapuzados anunciaram o roubo, sendo que cada ônibus foi invadido por dois indivíduos. 

Segundo os motoristas, um indivíduo ficou apontando a arma em sua direção e fazendo ameaças de atirar e o outro indivíduo foi para junto dos passageiros fazendo  ameaças, enquanto eles trafegaram cerca de 6 km até saírem da BR e  entrarem numa estrada de terra, onde foi efetuado o roubo dos pertences de 12 passageiros de um veículo e 10 de outro e fugiram levando dinheiro, relógios, joias, celulares, demais pertences dos passageiros e encomendas transportadas pela empresa Gontijo. 

 

Segundo os motoristas,  além dos indivíduos que invadiram os ônibus, um quinto indivíduo permaneceu no veículo dando apoio. As vítimas informaram ainda que os autores portavam  pistolas e armas longas e alguns  passageiros relataram que as armas longas eram espingardas calibre 12 ou fuzil. No interior de um dos  ônibus foi encontrada uma cápsula de munição .40 de marca "AQUILA S&W" e, no parabrisa do outro ônibus, um projétil de chumbo, deformado, aparentando ser de pistola .40. A PM recolheu a cápsula .40 e o projétil. A Polícia Rodoviária Federal compareceu também ao local e registraram a ocorrência. 

 

Tráfico de drogas 

I. ALR foi preso no dia 7, no bairro Cervato II, depois de dispensar  15 pedras de crack  ao avistar a viatura da PM. De acordo com o BO, ALR, seguia a pé e ao ver a viatura jogou alguma coisa no canto do passeio, ao ser abordado tinha nas mãos R$ 34,00. Ao verificar no  local onde o autor dispensara algo, a PM encontrou um frasco  de plástico com 15 pedras de crack. 

II. No dia 8, às 20h, a PM recebeu denúncia anônima informando que um menor (16 anos) estaria comercializando drogas na praça do Alto Santa Cruz e que a droga estaria escondida numa matinha próxima ao bairro.    No local,  a PM  abordou  o menor, que disse que não estava traficando, mas  que tinha visto alguns homens escondendo algo nos  entulhos na rua Argila. Os militares foram ao local e localizaram junto aos entulhos um frasco laranja contendo  11 pedras de crack e com o menor 01 celular de cor branca. O menor foi entregue à mãe.

 

II. AJP foi preso no meio de um canavial no município de Conquista portando um tablete de maconha. A prisão no dia 4, por volta das 15h30, se deu após denúncia anônima, de que AJP chegaria a Conquista no ônibus da Gontijo da linha Uberaba/Sacramento trazendo drogas. A PM  se deslocou para abordagem ao ônibus, mas foi informada de que o passageiro havia  desembarcado às margens da rodovia MG- 464 e seguira a pé para um canavial. Em diligência pela plantação de cana, a PM encontrou AJP levando consigo um tablete de maconha  e  a quantia de R$ 522,00, que segundo o BO, o autor confessou ser produto da venda de entorpecentes. AJP, que  já tem passagens por  tráfico, foi preso mais uma vez. 

 

Lancha é furtada de garagem de veículos

EJG, proprietário da Agência de Vendas Rio Grande, acionou a PM no dia 6, denunciando o furto de uma lancha. De acordo com a vítima, estava no estabelecimento, uma carretinha com uma lancha-Motorboat, com motor de 60HP, número de série 1C078164, fabricante Mercury, com capacidade para um tripulante e cinco passageiros, e que, ao  abrir o estabelecimento, a lancha não se encontrava mais no local. Dois dos   cadeados que trancavam o portão estavam cortados e que o portão apenas encostado. Segundo EJG,  a  lancha foi deixada na  agência pelo proprietário, OLP  para ser vendida. A carretinha não possui placa e o local não possui sistema de vídeo-monitoramento.