Jornal O Estado do Triângulo - Sacramento
Edição nº 1771 - 26 de Março de 2021

Polícia em Ação

Edição nº 1436 - 17 Outubro 2014

Casal de estelionatários tinha 30 cartões de crédito

O casal preso pela PM na tarde do último dia 15, em um supermercado da cidade, tinha 30 cartões de créditos em seu poder. Segundo o BO, ao aprofundar as buscas, a PM encontrou várias folhas de cheques em série do banco Bradesco, em nome de terceiros; uma terceira carteira de  identidade de Wandernele/Carla, também com o nome Ana Paula Nascimento Costa; uma CNH (carteira de motorista) falsificada; os documentos originais dos dois, e mais 17 cartões de crédito em nome de Wanderlene Duarte Martins e 13 em nome de Luis Roseno da Silva, que já cumpriu pena em Canápolis (MG) por homicídio. Ela foi enquadrada também por corrupção ativa.  

 Luís Roseno da Silva e  Wanderlene Duarte Martins faziam compras no Supermercado Master e  tentaram fazer o pagamento com o cheque nº: 001125, do banco Bradesco.  Mas, LGO, ao fazer consulta do cheque junto ao banco, descobriu que se tratava de um cheque falso. A PM foi acionada.  

No Supermercado Master encontrava-se SC, proprietário do Supermercado Dois Irmãos, que presenciou o fato e informou que o casal acabara de realizar uma compra em seu supermercado no valor de R$ 690,00, pagando com cheque semelhante, no valor de R$ 1.374,75.   

Diante dos fatos, a mulher se identificou como Carla Cristina Ferreira, inclusive, entregando à Polícia  uma identidade com esse nome. O autor apresentou uma carteira de identidade, em nome de Luiz Antônio de Sousa.  E o comerciane, SC, apresentou o cheque nº 001126, que recebera em seu supermercado, constando no verso a assinatura de Carla Cristina Ferreira.   

Para melhor averiguar as informações prestadas, os autores foram conduzidos até a Delegacia de Polícia, onde foram submetidos a buscas pessoais. Com a autora foi encontrada outra carteira contendo vários cartões bancários e de lojas, dinheiro (R$ 590,00) e mais cinco folhas de cheques (001488, 001489, 001490, 001491 e 001492) do Banco Bradesco, todos no valor de  R$ 1.374,75,  pertencentes à empresa  Cerradinho Bioenergia S.A. e datados para o dia 17/10/2014.  Os cheques apresentados nos supermercados, também são sequenciais e no valor de  R$ 1.374,75.  

Ainda durante as buscas nas carteiras dos autores foram encontrados vários documentos pessoais, como CNH e carteiras de identidade, sendo uma identidade e uma CNH em nome de Luis Antonio de Sousa e outra em nome de  Luis Roseno da Siva, de acordo com o BO, a verdadeira identidade do autor, que já cumpriu pena por homicídio no presídio de Canápolis (MG). 

A CNH e a identidade apresentadas por Luis Roseno possuem registro no sistema informatizado da PM, porém a CNH tem  data de validade diferente do sistema, além de possuir textura e caracteres de segurança grosseiros. Luis Roseno disse que pagou R$ 3.000 pelos documentos para  um indivíduo em  Uberlândia. 

 Na carteira da autora,  foram encontradas duas CNHs em nome de Wanderlene Duarte Martins e mais duas  identidades, além da apresentada no momento da abordagem. As CNHs possuem registro no sistema informatizado da PM, contudo uma delas está vencida desde 03/09/2013. Já em relação às três carteiras de identidade, cada uma apresentava um nome distinto e registro em estados diferentes, em nome de: Wanderlene Duarte Martins;  Ana Paula do Nascimento Costa, e Carla Cristina Ferreira, todas com fotos semelhantes, todas pertencentes à autora, segundo confirmação da  própria.  

Na carteira foram encontrados também  17 cartões magnéticos do  Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Banco Bradesco, C&A, Riachuelo, Pernambucanas, Bolsa Família, todos em nome de Wanderlene Duarte Martins e, 13 (treze) cartões dos mesmos bancos, em nome de Luiz Roseno da Silva. 

E, finalmente, os documentos verdadeiros dos dois,  Wanderlene Duarte Martins e Luiz Roseno da Silva: cartões do SUS, CPF, título de eleitor, duas fotos de crianças com senhas bancárias no verso, um bilhete contendo dados de uma conta bancária em nome de Delmo Henrique Borges e uma cópia de certidão de nascimento, em nome de Noaly Silva Martins. 

Todos os documentos, objetos e os celulares de ambos foram apreendidos e os dois encaminhados para o presídio. O veículo GM/Corsa,  cinza, placas (LWC-7959), que estava com o casal foi removido para o pátio, pois,  além de os autores não conhecerem ninguém para retirá-lo do local da abordagem, o CRLV está em nome de Junio Villaverde Garcia. 

 

E, para agravar a situação, durante a confecção do boletim de ocorrência na sala de apoio do REDS, na rodoviária, Wanderlene Duarte Martins ofereceu dinheiro aos policiais  para que ela e seu companheiro fossem soltos, dizendo as seguintes palavras, "Ô policial, quebra nosso galho aí, ao invés de nós pagarmos advogado, a gente paga vocês e, vocês liberam a gente...". Por insistir nesse discurso por várias vezes,  a autora foi presa em flagrante também por corrupção ativa.

 

Furtos e receptação

*  Loja Magazine Aline foi alvo de furto na terça-feira, 11, por volta da meia-noite e meia. De acordo com o proprietário AAS, 42, um indivíduo não identificado quebrou a porta de vidro do estabelecimento usando uma pedra e furtou um mostruário com oito relógios da marca Orient e evadiu correndo sentido córrego Borá. A PM realizou rastreamentos, mas ninguém foi preso. 

* O feirante NSS acionou a PM a comparecer no campo de futebol do XIII de Maio, onde se realizava uma feira livre (Feira do Brás) e relatou que estava vendendo uma roupa para T, que estava acompanhada por L, que teria se apoderado de uma calça e evadido do local. Porém, uma testemunha, outra feirante, viu o fato e seguiu o autor até ele entrar no banheiro e o segurou com a ajuda de outros feirantes até a chegada da PM. 

T  disse que comprou uma calça jeans e que enquanto pagava percebeu que L já havia saído do local. L confessou que furtou a calça para seu uso pessoal, porém era uma calça feminina. 

* Indivíduo desconhecido pulou uma das janelas da Unidade Básica de Saúde  na avenida Professor Rabelo e furtou uma TV LG, cor preta, 42´, um DVD e um monitor Samsung, uma impressora HP, um forno microondas e uma sanduícheira. Como o local não possui câmera de monitoramente,  não foi possível identificar o larápio. 

 

*LMTP, 24, foi preso dia 9,  no bairro Alto Santa Cruz, por receptação. Na casa foram encontrados objetos: câmera fotográfica Samsung, telefone celular Samsung, microondas Philco, sem nota fiscal, provavelmente fruto de furtos praticados anteriormente por BMO.  A prisão de LMTP se deu durante o cumprimento de mandado de busca e apreensão expedido pelo juiz Stéfano Renato Raymundo. 

 

Veículo encontrado logo após o furto

C teve a sua moto Yamaha JOG furtada no dia 14, mas o veículo foi localizado durante rastreamento da PM, em meio a um matagal. De acordo com a vítima, ele deixou a moto estacionada em frente à residência  e ausentou-se por aproximadamente trinta minutos. Ao retornar, percebeu que o  veículo havia desaparecido. A PM iniciou  rastreamentos e logrou êxito em localizar a motoneta  num matagal. 

 

Fazenda Chapadão é assaltada

Dois indivíduos encapuzados,  um de estatura alta, forte,  aparentando cerca de 40 anos,  trajando calça jeans e blusa de manga longa pretas, armado com um revólver cal. .38 com cabo madrepérola, e o  segundo autor, também  com calça e camisa de manga longa pretas assaltaram a fazenda Chapadão, arrendada por JAS, por volta das 18h00 do último dia 10. 

 

Os autores fugiram do local levando uma televisão, 15 quilos de carne, três celulares, um motor de partida de trator Ford 6-600, um bateria Moura 100 amperes, uma roda com pneu de trator,  um banco de trator Valtra Malta 985 S,  cinco contrapesos  de  40 quilos cada um, todos de um trator,  10 vidros de remédio Natural Erva, um cartão de credito da loja Ricardo Eletro, carteira de identidade, CPF,  título de eleitor, CRLV/CLA, certificado de reservista,  todos   em nome de Márcio Aecio dos Santos e,  o veículo Fiat Uno Eletronic, ano 1994 placas GQI-8394, de Uberaba. 

 

Tráfico de drogas: Menor é apreendido

Um menor foi apreendido no Alto Boa Vista, por tráfico de droga durante patrulhamento pelo bairro. Ao avistar a viatura, o autor jogou um invólucro debaixo de um ônibus estacionado no local e saiu andando pela rua, mas foi abordado. Nas  suas vestes foram encontrados R$ 60,00 e, próximo ao veículo, na guia da calçada, um invólucro contendo seis pedras de crack fracionadas e embaladas individualmente em plástico prontas para o comércio. O menor foi apreendido e encaminhado a Depol  acompanhado pelo Conselho Tutelar.

 

Homens invadem empresa de transporte atrás de  dinheiro de pagamento

 No  dia 15, por volta das 15h40, a PM foi acionada a compareceu na Empresa de Transportes "RODOMEU", onde as vítimas TSPO. e WRS. relataram que se encontravam no escritório, quando chegaram 

Dois indivíduos em uma motocicleta CB600 Hornet, preta, armados possivelmente com revólveres calibre 22, de capacetes com viseiras escuras, assaltaram a empresa Rodomeu, por volta das 15h00 do último dia 15. Ao chegar ao local, efetuaram dois disparos para cima e um dos autores dirigiu-se à oficina dizendo para os funcionários que haviam dominado T, que trabalhava no escritório. Enquanto isso, o  outro autor no escritório, disse que sabia que era o dia do pagamento, mandando  que  entregassem  todo o dinheiro. 

Da vítima W, os autores roubaram uma corrente de ouro, um celular marca Samsung, cor prata e, da vítima T,  um relógio de pulso, marca Orient e uma carteira contendo cartões de crédito, um do Banco do Brasil, dois  da Caixa Econômica Federal e dois  do Banco Bradesco, além de R$50,00 em dinheiro. 

 

Da empresa, foi roubada a quantia de R$1.500,00 em dinheiro, que estava numa gaveta do escritório. Ao deixar o local, os autores quebraram o monitor do computador e a tela do notebook, ambos de LCD. Segundo as vítimas, os evadiram sentido a rodovia MG 428.