Jornal O Estado do Triângulo - Sacramento
Edição nº 1771 - 26 de Março de 2021

Polícia em Ação

Edição nº 1435 - 10 Outubro 2014

Ocorrências das Eleições: Sete prisões em Sacramento no 'boca de urna'

Capitão Maurício Geovane Ferreira Batista (foto), pela primeira vez na coordenação da PM  numa eleição na cidade, explica que o trabalho da polícia é dar segurança nos locais de votação e  assegurar o direito de cada cidadão exercer a cidadania através do voto.

“- Começamos os trabalhos a partir das 6h da manhã com todo o efetivo do município e mais quatro policiais de reforços vindo de Araxá e foi tudo muito tranquilo, com poucas ocorrências. Um saldo muito positivo”.

Por ordem do juiz eleitoral, Stefano Renato Raymundo,   sete cabos eleitorais foram presos foram presos em flagrante por fazerem boca de urna nas proximidades das sessões eleitorais. ZPB e CAR estavam distribuindo 'santinhos' de seus candidatos nas proximadas da EE Sinhana Borges, no bairro Maria Rosa, quando foram presos. Consta ainda do BO que CAR evadiu-se do local, trocou de camisa  para tentar disfarçar, porém foi reconhecido com outra camisa pelos policiais e levado à Depol para prestar depoimento. 

Já MGO foi preso nas proximidades da EE Barão da Rifaina com 94 volantes tipo 'colinha' de três candidatos. Também LAS foi pego nas proximidades da EE Barão da Rifaina fazendo boca de urna com volantes tipo 'colinha' para dois candidatos. Os dois disseram não trabalhar para nenhum  candidato. DAB foi preso por fazer boca de urna para um candidato a deputado estadual nas imediações da EM Luiz Magnabosco, no bairro Paulo Cervato III.  

 

Outros dois cabos eleitorais, LAG e WASA, foram pegos nas imediações da EE Cel. José Afonso entregando 'colinha'. Com LA foram encontrados 58 volantes  de um candidato a deputado estadual. Todos os detidos  foram apresentados, qualificados e liberados. Respondendo todos por crime eleitoral, o procedimento será encaminhado ao Ministério Público. 

 

As ocorrências em Minas

Em todo o Estado, foram 518 ocorrências policiais, sendo 135 envolvendo candidatos, com três prisões e 383 envolvendo eleitores, com 162 prisões. 

 

Das 45.779 urnas eletrônicas do Estado, 199 tiveram de ser substituídas por problemas diversos, como teclas com defeito, tela escura, bateria fraca, etc. Este número representa 0,43% do total de urnas, percentual menor do que o das Eleições 2010, quando 0,54% das urnas tiveram que ser substituídas no primeiro turno. Pela primeira vez em eleições gerais, não foi utilizada nenhuma cédula de papel, assim como nas eleições municipais de 2012. (Fonte: TRE/MG)

 

Foragida é presa

DPS, 32, que se encontrava foragida da Justiça, foi presa na quarta-feira, 8, às 14h45, depois de ter o mandado  de prisão expedido pela juíza Roberta Rocha Fonseca.  A prisão se deu após diversas diligências da equipe composta pelo delegado Rafael Jorge e os investigadores,  Diego André Souza Lemos, Raphael Rodrigo Fonseca Rodrigues e Eduardo Vaz Marques. 

Fazendo um retrospecto, DPS e mais quatro irmãos foram presos por tráfico durante uma  operação no dia 25 de março de 2010, na rua Tia Joana, no Chafariz, comandada pelo então delegado Cezar Felipe e que contou com a participação de mais cinco policias civis e  sete  militares, em quatro viaturas.  Durante a operação, um dos irmãos, JPS, tentou fugir, pulando  o telhado de três casas, mas acabou pego  dois quarteirões acima, em cima de um telhado.  

(Arquivo ET/Edição n° 1198 - 26 Março)