Jornal O Estado do Triângulo - Sacramento
Edição nº 1777 - 07 de Maio de 2021

Babalu morre em acidente na serra de Luz

Edição nº 1131 - 07 Dezembro 2008

O caminhoneiro, Francisco de Paulo Rezende, mais conhecido por Babalu, 70, morreu vítima de acidente de caminhão na serra de Luz, por volta das 21h30, do dia 1º último. O seu corpo chegou em Sacramento às 12h00 do dia seguinte e foi velado no Velório Maurício Bonatti por um grande número de amigos e parentes, até às 19h00, quando foi sepultado.

Segundo a família, o Mercedes 1519 perdeu o freio e, tudo indica que, para não cair em uma ribanceira logo abaixo, Babalu tentou uma manobra, e o caminhão capotou. A sua morte, segundo o óbito, foi asfixia por óleo.  Carregado de um suplemento mineral, entregaria a carga na capital. 

Esposo amoroso e pai cheio de afeto e amor com os filhos, Babalu tinha grandes virtudes. “Papai era um homem simples, muito dedicado à família, nos amava muito e fazia tudo por nós e pelo próximo”, conta emocionada a filha Chiquinha (Célia Cristina) ao lembrar o pai. “Mamãe conta que muitas vezes, o viu jogar pela janela do caminhão suas camisas, calças, para andarilhos que encontrava pelas estradas” – recorda mais.

Babalu foi sempre motorista. Começou com carreto na empresa, Pavanelli Materiais de Construção, depois Madeireira Na. Sa. do Rosário, com Lindomar, que o ajudou a comprar seu atual caminhão. Deixa a esposa, Maria das Dores Rezende, e os filhos, Célia Cristina, Paulo Sérgio e Alesssandra Maria.