Jornal O Estado do Triângulo - Sacramento
Edição nº 1771 - 26 de Março de 2021

Prefeito Bruno gastou mais de R$ 3,2 milhões com lousas digitais Limpeza ineficiente custa R$ 176 mil por mês

Edição nº 1457 - 20 Março 2015

Necessário se faz esclarecer a toda população sobre os gastos efetuados pela atual administração Bruno e Geraldo, em relação a dois serviços executados pelo seu governo: a limpeza urbana/recolhimento do lixo e a educação, no que se refere à aquisição de lousas digitais para as escolas municipais. Os gastos estão apontados abaixo para que cada munícipe possa se espantar com esses custos, mas principalmente analisar os serviços que estão sendo prestados.

 

Lousas digitais

Vamos começar pelas famosas lousas digitais que substituem nosso antigo 'quatro-negro' ou 'quadro acrílico de pincel', ainda hoje usados na maioria das escolas. As 12 lousas foram compradas por R$ 1.300.000,00, mas o que muito assusta é sua manutenção, o treinamento e, principalmente, a aquisição do SOFTWARE (programa do computador). Veja os absurdos dos valores:

Ano           Empresa                              Valor total                  Valor mensal 

2013   Ensino Mais Fácil                      R$ 823.500,10               R$ 82.350,00

2013   Infinty Software Ltda                R$ 312.200,00               R$ 26.016,66

2014   Ensino Mais Fácil                     R$ 161.406,00                 

2014   Minas Educa Tecnologia           R$ 655.000,00               R$ 68.033,83

 

 

Total de gastos com lousas digitais     R$ 3.252.106,10

Some-se a esse astronômico valor, o fato de que sua aquisição e utilização são completamente desnecessários, não representando nenhuma perda pedagógica no ensino/aprendizagem dos educandos. Haja vista que nenhuma escola estadual do município utiliza desses serviços, nem mesmo as escolas particulares.


Limpeza urbana

Agora vamos acompanhar os gastos com a Limpeza Urbana e observar como estão as ruas de nossa cidade:

Ano            Valor total                  Valor mensal 

2011           R$ 827.884,58               R$   68.000,00 -  (Governo Baguá)

2012           R$ 706.611,08               R$   70.000,00 -  (Governo Baguá)

2013          R$ 271.866,04                R$   45.000,00 - (Governo Bruno, em 6 meses)

 

2014      R$ 1. 294.183,62                R$ 109.000,00 – (Governo Bruno)

 

Recolhimento do lixo

E chegamos, finalmente,  no que causa mais espanto, ao serviço de recolhimento do lixo no município, o qual levanta possíveis irregularidades, e que já foi alvo de várias denúncias à Procuradoria de Combate aos Crimes Praticados por Agentes Políticos,  em Belo Horizonte: 

- O valor do recolhimento do lixo, a partir do início da administração Bruno e Geraldo, teve um reajuste absurdo, passando de R$ 47.500,00 para R$ 138. 000,00 por mês. O serviço foi contratado de maneira emergencial, durante nove meses, usando a mesma forma de recolhimento adotada pela governo anterior: 2 Caminhões abertos com o mesmo número de funcionários. Portanto, a única mudança foi o valor, que saltou de um dia para o outro em quase 300%.  

Terminado o período de EMERGÊNCIA, o custo do recolhimento do lixo, ao invés de diminuir, teve  novo acréscimo,  passando para R$ 176.000,00 por mês.  

Após análise, se compararmos a diferença de valores, vemos que nossa cidade está pagando um custo de serviço de Primeiro Mundo e recebendo em troca um serviço dos mais ineficientes, com reclamações diárias: há lixo acumulado, bairros mal servidos, comunidades rurais não atendidas, varrição que só limpa as ruas do centro da cidade. Enfim, a cidade à beira do caos, um verdadeiro Lixão a céu aberto.

E toda essa ineficiência por um valor altíssimo. Em dois anos do Governo Bruno/Geraldo o custo da coleta e varrição quase quadruplicou. O que se percebe é que, com esse valor, a empresa deveria ser obrigada a ter mais um caminhão coletor e muito mais funcionários contratados. Os valores apontam uma diferença gritante e, mais uma vez, quem paga por esses desmandos é nossa população. 

 

FOI POR ESSAS E OUTRAS MAZELAS QUE VOTEI CONTRÁRIO AO PARECER DO TRIBUNAL DE CONTAS, EM REFERÊNCIA À PRESTAÇÃO DE CONTAS DO PRIMEIRO ANO DO GOVERNO BRUNO/GERALDO, CONSIDERANDO AINDA, AS RECOMENDAÇÕES FEITAS PELO PRÓPRIO TRIBUNAL EM SUAS RESSALVAS, ABAIXO  TRANSCRITAS:

 

RECOMENDAÇÕES DO TRIBUNAL DE CONTAS:  

a) Considerando percentual superior a 30% para a suplementação orçamentária:

b) Considerando que tal percentual em nível tão elevado denota FALTA DE PLANEJAMENTO, ORGANIZAÇÃO E CONTROLE NA GESTÃO DOS RECURSOS MUNICIPAIS;

c) Considerando que tal procedimento caracteriza desvirtuamento do orçamento-programa, pondo em risco os objetivos e metas governamentais traçados pela Administração Pública... (Dentre outras).

Diante destas recomendações feitas pelo Tribunal de Contas de Minas Gerais (TCEMG), podemos perceber o motivo das obras inacabadas por toda a cidade, uma dívida gigantesca nos cofres municipais e a cidade por um todo carente de Saúde, Educação, Empregos e Segurança.

Esclareço que este manifesto, apontando denúncia e justificativa, não é 'coisa de oposição', como o governo costuma responder, é a mais pura análise de um vereador que cumpre seu mandato, exercendo seu dever primeiro de fiscalizar os atos do Executivo. E aqui está, confirmado pelo próprio Tribunal de Contas no seu parecer: “FALTA DE PLANEJAMENTO E ORGANIZAÇÃO COM A COISA PÚBLICA”. Na verdade, não sei mesmo como o Tribunal aprovou as contas do Governo Bruno/Geraldo, após emitir essa recomendação.

Ficam aqui minhas justificativas e prestação de contas de meu trabalho como Vereador, que tem compromisso exclusivamente com o povo e não com o alto egocentrismo deste governo, discursos eloquentes, mentiras, bajulações... 

A Câmara Municipal precisa entender o seu verdadeiro papel, que é proteger toda população e não se curvar diante dos devaneios de um Governante, principalmente neste momento em que a classe política está em total descrédito pela população. E aqui em Sacramento não é diferente.

Ainda há tempo de defender nossa população, pois se não mudarmos, seremos mudados. CHEGA, NINGUÉM AGUENTA MAIS! DESPERTEM, ACORDEM! QUEM MAIS PRECISA ESTÁ SENDO ESQUECIDO E ABANDONADO.


Vereador MARZOLA  

 

Trabalho honesto e com dignidade.