Jornal O Estado do Triângulo - Sacramento
Edição nº 1777 - 07 de Maio de 2021

Senado aprova limite a meia–entrada

Edição nº 1130 - 30 Novembro 2008

Estão de bem com a vida os promotores de evento, depois que a Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado aprovou projeto de lei que limita o beneficio a apenas 40% do total de ingressos em cinemas, teatros, shows e eventos esportivos e de lazer, destinados a estudantes do ensino básico e  superior, portadores de identidade, e a idosos acima de 60 anos, a chamada meia-entrada. 

O Projeto de Lei do senador Eduardo Azeredo) (lembram dele, aquele antigo governador de Minas, do PSDB) foi aprovado  por 14 votos a 7, sob forte pressão de produtores culturais, artistas e estudantes. Mas valeu o forte lobby dos primeiros.

O que isso quer dizer: Se forem disponibilizados, por exemplo, 1000 ingressos naquela noite do espetáculo, apenas 400 seriam destinados a meia-entrada. O objetivo, segundo Azeredo, é  coibir a falsificação das carteiras de estudantes,  apontada por produtores culturais e pela classe artística como responsável pelo aumento dos ingressos e até por inviabilizar espetáculos. 

O  projeto de Lei autoriza ainda o Executivo a criar o Conselho Nacional de Fiscalização, Controle e Regulamentação da Meia-Entrada e da Identificação Estudantil.