Jornal O Estado do Triângulo - Sacramento
Edição nº 1783- 18 de junho de 2021

Saudades

Edição nº 1683 - 12 de Julho de 2019

Waldete de Fátima Borges 61, morreu às 12h30, dessa terça-feira 16, no Hospital de Clínicas, de Uberaba, onde estava internada desde o último dia 10. De acordo com a família, há cinco anos Waldete vinha lutando contra um câncer que se agravou nos últimos dias, quando foi internada na Santa Casa de Misericórdia de Sacramento, durante nove dias, até se estabilizar para se submeter a uma cirurgia. Waldete foi transferida para Uberaba no dia 10 e, no dia seguinte, durante a cirurgia, seu quadro complicou e foi  Transferida para a UTI. Waldete resistiu até o dia 16, quando veio a óbito. 

Seu corpo foi trasladado para Sacramento e foi velado por familiares, um grande número de amigos e conhecidos a partir das 18h30 e sepultado às 9h da manhã da quarta-feira. 

Waldete, que completaria 62 dois anos nesta sexta-feira 19, era casada com Valdir Fornazier Bodes (Didi Eletricista)  há 40 anos e deixa os filhos, Wal Borges/Monique; Vivyan (Sérgio) e Vanessa e quatro netos. Filha de Jerônimo Vieira Borges (Ló) e Júlia Borges Almeida, de saudosas memórias, Waldete deixa também oito irmãos sobrinhos e um grande vazio na vida de todos.

 Waldete foi uma grande mulher, exímia costureira, esposa dedicada, mãe, avó. Mulher de fé, de simplicidade e muito amiga de todos. Para a família, fica a saudade e a certeza de que Waldete está ao lado de Deus. “Waldete foi guerreira na sua doença, aparentava estar bem, mas no fundo sabíamos que estava sofrendo. Lutou até os últimos momentos, mas  mantendo sempre a serenidade que sempre passou para nós e sabemos que ao lado de Deus ela estará intercedendo  por todos nós, porque viveu para a família. Descanse em Deus, Waldete.”