Jornal O Estado do Triângulo - Sacramento
Edição nº 1777 - 07 de Maio de 2021

Morre Alfredo Pereira

Edição nº 1171 - 18 Setembro 2009

Sacramento perdeu essa semana um grande cidadão. Morreu em Uberaba, no Hospital Escola, às 3h10 da madrugada do dia 6, o mecânico aposentado, Alfredo Batista Pereira (foto), aos 83 anos, vítima de insuficiência renal. O seu corpo foi trasladado para Sacramento e velado por familiares e um grande número de amigos, no Velório Maurício Bonatti. Depois das orações fúnebres, proferidas pelo vigário, Pe. Wanderley Izalmi, foi sepultado no Cemitério S. João Batista. 

Alfredo Batista marcou história na cidade como mecânico da antiga Chevrolet, a primeira concessionária de veículos da cidade, e Urbial, desde os 14 anos. Depois de fazer cursos em São Paulo sobre a mecânica dos carros da General Motors, Alfredo foi mestre na profissão, passando seus conhecimentos a vários mecânicos da cidade, como João Moicano, Hélio Canudo, Bimba, Cavaco, João Pintinho. 

Aposentado em 1981, Alfredo não parou. Continuou mostrando sua experiência em oficina mecânica que abriu com o filho e com o irmão Omar, trabalhando também na Caxuana e em Nova Ponte. 

Na comunidade, amante do futebol atleticano, foi um dos fundadores do Clube Atlético Sacramentano e, durante muitos anos, integrou a diretoria do clube como um de seus mais ardorosos torcedores e diretores.

Alfredo deixou a mulher Maria Aparecida Bianchi Pereira, com quem foi casado durante 58 anos, e os filhos, Sérgio (Abadia), Ângelo (Geralda Majela), Paulo César, Rosângela, Beatriz (Iron), Selma (Joaquim), Ana Maria (Rubenswal), Eduardo (Maria da Penha), dez netos e quatro bisnetos.