Jornal O Estado do Triângulo - Sacramento
Edição nº 1783- 18 de junho de 2021

Camila Brait aceita convocação e volta à seleção brasileira

Edição nº 1686 - 02 de agosto de 2019

Daqui a duas semanas a jogadora se apresentará em Saquarema e estará treinando novamente sob comando de José Roberto Guimarães, após 3 anos fora da seleção. Embora, melhor líbero naquele momento, Camila foi cortada na véspera das Olimpíadas de Londres-2012 e Rio-2016, episódios que marcaram e magoaram sua passagem pela Seleção. 

O técnico, que cortou a líbero das duas últimas olimpíadas, foi humilde, reconheceu a necessidade de contar com ela no grupo e não mediu esforços para convencer Camila. O retorno oficial, deve acontecer no Sul-Americano que será jogado no fim de agosto e, a seguir, já no mês seguinte, Camila viaja para o Japão e será a líbero titular do Brasil na Copa do Mundo, torneio que a seleção atuará reforçada de Sheilla e Fabiana.

Em abril, conforme o Globo Esporte, Camila Brait recusou a convocação para defender a Seleção Brasileira, feita pelo técnico José Roberto Guimarães. A atleta sacramentana declinou da convocação, justificando que o motivo era pessoal e que pretendia se dedicar à filha Alice e à família. 

“Estou feliz em ter o esforço do meu trabalho reconhecido novamente. Confesso que no curto prazo meu objetivo era somente voltar a jogar em alto nível e dar a Alice o amor e a atenção que ela merece. Não existe meio termo no esporte, principalmente na seleção. Ou se está 100% ou não se está. Nos oito anos em que estive lá, deixei o máximo da minha dedicação e esforço e, não gostaria de mudar isso”, escreveu a jogadora em seu perfil no Instagram.

Agora é aguardar o anúncio oficial.