Jornal O Estado do Triângulo - Sacramento
Edição nº 1771 - 26 de Março de 2021

Esporte Local

Edição nº 1343 - 04 Janeiro 2013

XIII de Maio reúne veteranos do futebol

 

O estádio do XIII de Maio Futebol Clube esteve movimentado na manhã do último Domingo do ano, com um jogo que reuniu a velha guarda do futebol em um jogo amistoso com os mais jovens. 

A ideia do encontro foi do ex-atleta e ex-presidente, Edilson de Oliveira, e do ex-atleta, Romário Leal Rodrigues, com total apoio do presidente da agremiação, Anderson de Oliveira (Som). “A ideia foi deles para relembrar os grandes atletas do XIII de Maio e demos total apoio”, reconheceu.

 Para Romário, é uma forma de resgatar esses atletas para o convívio do clube e não deixar que fiquem esquecidos pela grande torcida do XIII. “O intuito é reunir todos, nem que seja para prestigiar, é um momento de confraternização, que terá até um telão com fotos pra relembrar os bons tempos, além de resgatá-los ao convívio do clube e não deixá-los esquecidos junto à torcida”, justifica. 

E Edilson completa: “A ideia nasceu de uma conversa numa roda de amigos, o pessoal apoiou, a gente deu andamento e está aí o pessoal com toda disposição. Isso serve até de exemplo para os mais novos, que compõem hoje a equipe”. 

 

Para recordar: Vicente de Paulo Oliveira, 60, pelo menos durante o jogo, era o mais longevo dos atletas presentes.  Vicente não jogou, devido aos problemas de saúde, mas marcou presença, deu o chute inicial  e torceu para os velhos companheiros que tentaram redescobrir a velha performance, apesar do sol forte das 10h. 

“Corri muito nesse campo aqui, como ponta-esquerda e zagueiro. Isso aqui era só terra, hoje o gramado está bonito, mas era um tempo bom”, diz, destacando a grande torcida verde-branca. “Tinha muita torcida, tinha grito, tinha xingamento, tinha de tudo,  até briga. Tinha torcida até nos treinos, era bom demais. Depois, tudo vai acabando, a gente vai ficando velho e hoje quase ninguém joga mais”, lamenta. Rebuscando a memória, recorda alguns integrantes de seu time: Babi,  Sebinho, Fritz, Luizinho, Donizete Broquinha, Sebastião Caiana, Bahia e o treinador Curtume, um dos grandes batalhadores do clube.  

Reginaldo dos Reis Gomes (Querosene), 44, de andador, foi ao campo prestigiar os colegas e emocionou-se. “Joguei muita bola aqui. comecei com 13 anos, meio por acaso. Eu estava no barranco pra assistir a um jogo e de repente o técnico Curtume me chamou: “Vem cá, você aí, menino”. Eu desci e ele falou: “Entra aí na meia direita para mim, que está faltando jogador”. Eu recusei, dizendo que estava descalço e não tinha chuteira e ele tascou: “Não tem problema, é só você não pôr os pés debaixo da chuteira dos outros”. Eu entrei, joguei e no domingo seguinte  joguei meio tempo no aspirante. Acabei virando titular até parar, aos 35 anos. Fui para Ribeirão Preto e há um ano  retornei. É uma emoção estar aqui hoje aqui”. 

Hélio Miguel (Nelinho), 50, também ajudou a escrever a história do XIII de Maio. “É uma festa bonita, porque a gente recorda aquele tempo nosso aqui”, diz.  

Cícero Saltiel Salvador, 50,  era a mais pura animação e foi alvo da brincadeira dos mais jovens que diziam. “Na verdade, ele tem 50 anos de campo. Eu era moleque e você já jogava bola”, brincavam, para alegria dos colegas. Mas de fato, ele tem 50 anos e confirma: “Eles dizem isso mesmo, porque joguei bola muitos anos aqui. Só técnicos foram uns cinco ou seis, mas lembro do  Curtume, Carola, Denizio, Chó”.

O importante é  que, no pós jogo, o encontro rendeu uma animada festa no salão do clube e festa bem merecida, porque a velha guarda que pousou para a foto soma 522 anos e outros tantos devem ter comparecido no decorrer do jogo e da festa. Parabéns aos organizadores pela iniciativa!.. 


Torneio de Truco entrega troféus

 

O presidente do Rotary Club, José Ezequiel Dantas – o Dedé, promoveu, nesse final de ano, no Recanto Prof. José Silveira, mais um torneio de truco beneficente, com a participação de 16 duplas de truqueiros. “Foi um campeonato muito gostoso, muito alegre, com os truqueiros pagando uma pequena taxa e também alimentos, que serão destinados ao Lar de S. Vicente”, disse Dedé, agradecendo a participação de todos e prometendo novos torneios neste início de ano. 

As partidas finais foram realizadas nessa quarta-feira, com o seguinte resultado: Dener e Helton, dupla campeã; Alceu e Henrique, vice-campeões; Branco e Flávio, 3º lugar e Parado e Toisinho, 4º lugar. 

Ildeu Amaral, coordenador, fez uma avaliação positiva do torneio e, elogiando o nível do torneio, lamentou a pouca presença de duplas. “Já fizemos campeonatos com 60 duplas de truqueiros, hoje está difícil conseguir 30”, lamentou. Questionado sobre as razões desse desaparecimento das duplas, foi enfático: “Os velhos não estão vindo e os novos não estão aprendendo”.

 

Copão de Futsal começa dia 07

 

Começa nesta segunda-feira mais uma edição do Copão de Férias de Futsal, com a participação de 25 equipes, na categoria adulto masculino; 4 equipes na infantil masculino e 3 equipes na categoria adulto feminina. O sorteio das chaves foi realizado na quinta-feira, mas até o fechamento desta edição, a assessoria de comunicação da PMS não havia informado os nomes das equipes participantes e suas respectivas chaves.