Jornal O Estado do Triângulo - Sacramento
Edição nº 1771 - 26 de Março de 2021

Empresa realiza I Sak’s Ball

Edição nº 1370 - 12 Julho 2013

A empresa Sak´s Confecções completa, no dia 4 de agosto, 25 anos de fundação, de tradição e excelência  na qualidade de seus produtos, que ganham o mercado brasileiro, saídos da matriz sacramentana e de outras cinco unidades: Artminas, de Sacramento; Sak´s Bolsas, de Franca; Multibag, de Uberaba; Pedball, de Pedregulho e Jeriquara. 

Como parte das comemorações desses 25 anos de muita luta e trabalho que a Sak's vem ao longo do ano desenvolvendo uma série de atividades sociais, culturais, festivas e agora esportiva, com o I Sak's Ball, ou seja o primeiro campeonato de futebol society da empresa, uma feliz ideia que nasceu do jovem analista de RH, Wictor Mariano Souza e Silva, 26.

“- O futebol, além de ser uma paixão nacional, é uma prática esportiva saudável e integradora. E, recentemente, numa palestra sobre liderança, aqui na empresa, assistimos ao filme Invictus, mostrando que na África do Sul, Nelson Mandela  conseguiu unificar o  país através do Rugby e aí me veio a idéia do campeonato, para unificar mais o pessoal das unidades da  empresa através do futebol”, justifica Wictor.

Estendendo também os créditos ao colega de serviço, Afrânio de Oliveira Marques, 25, um expert no futebol, Wictor explica: “Para a organização do campeonato, escolha dos times e das chaves, como não jogo e entendo muito pouco de futebol, passei a bola para o Afrânio, que além de um grande amigo, joga futebol muito bem e entende muito do assunto”.

O atleta Afrânio aceitou o convite e, como se diz na gíria do futebol, 'tirou tudo de letra'. “Gostei muito da ideia de Wictor, que tem o objetivo de, além de incentivar e propiciar a prática esportiva, que é sempre muito saudável, a de proporcionar um momento de recreação e de união entre os funcionários das unidades. Para isso, tivemos o total apoio do diretor e fomos em frente”, destacou. 

Através de inscrições abertas, a adesão foi tão boa que foi possível formar seis equipes com 12 atletas cada uma, propiciando um revezamento com seis atletas no banco, devido ao tamanho do campo, conforme explica Afrânio: “Vamos jogar o futebol  society simplificado   com cinco na linha e um no gol, devido ao tamanho do campo, em dois tempos de 20 minutos, respeitando o condicionamento físico dos jogadores depois de um dia de trabalho”.

Ambos destacam ainda que a ideia é manter as equipes e movimentar semanalmente o campo da empresa. “O Sak´s Ball é o início de um projeto de termos equipes na empresa, uniformizadas e manter o campeonato anualmente. Em princípio pensou-se na aquisição de uniformes para as equipes, mas como não sabemos o que vai acontecer no futuro, optamos pelos coletes, que foram emprestados pela Secretaria de Esportes do município”, informa Wictor, lembrando que há interesse das mulheres em jogar vôlei na quadra na própria empresa.  

 

Campeonato encerra na véspera do aniversário da Sak’s 

 

Os jogos começaram na última sexta-feira, e assim será, sempre nesse dia, logo após o expediente, das 17h30 às 18h30. A final está programada para o dia 3 de agosto, véspera do aniversário da empresa. Aproveitando o tetracampeonato do Brasil na Copa das Confederações e a proximidade da Copa do Mundo, as seis equipes do Sak´s Ball levam nomes de países: na chave A: Argentina, Brasil e México; na chave B, Espanha, Itália e Japão, jogando todas entre si na fase classificatória.  Cada uma das equipes é capitaneada por um  atleta mais experiente na prática esportiva.  

Na abertura, coberta pelo ET, o idealizador Wictor proferiu sua mensagem de estímulo e otimismo aos atletas e Afrânio leu as regras que vão nortear o Saik's Ball. Após a audição do Hino Nacional brasileiro, a bola rolou no pé dos atletas da empresa com direito até a goleada do Brasil em cima da Argentina, e da Itália sobre o Japão.  O árbitro voluntário Fernando Bocage apitou o primeiro jogo da fase classificatória. 

Foi este o resultado dos 

dois primeiros jogos: 

Brasil 12  x 4 Argentina 

Itália 6 x 4 Japão

Artilheiro: Douglas E. S. Silva (Dodô) com 5 gols

 

“Somos todos um único grande time de irmãos” 

 

Wictor Mariano Souza e Silva (foto, com Afrânio) idealizador do torneio, na mensagem aos atletas estreantes do campeonato deixou uma bonita mensagem: 

“- Time, gol e vitória. Por esse prisma parece muito simples explicar o que é futebol.  O time é um grupo de pessoas unidas; o gol é o objetivo desse grupo de pessoas e a vitória é a consequência do grupo que melhor atinge seu objetivo. Muito simples! Caso tenhamos um pouco mais de tempo para refletir, e um pouco mais de vontade de pensar no porquê fazemos o que estamos fazendo, é possível tornar essa explicação muito mais complexa e emocionante”. 

Wictor falou de habilidades, de limites, objetivos, de toques de bola, de adversários e até fracassos, numa interessante analogia com o mundo empresarial, até chegar ao gol, “o êxtase supremo que é compartilhado por todos no time, não importando quem tenha colocado a bola na rede. E a vitória é a glória concedida somente aos merecedores, honra e glória, só um verdadeiro time pode conhecer o sabor de ambas”. 

Finalizando, afirmou: E é com esse objetivo que hoje damos início ao primeiro campeonato de futebol da Sak's, o Sak's Ball, comemorando os 25 anos de Sak's. De hoje em diante, não existirá mais rivalidade entre as unidades do grupo Saks, porque somos todos, um único grande time de irmãos, buscando a vitória a nossa frente, oponentes, mas não permitiremos inimigos entre nós! De hoje em diante vestiremos, através do esporte, o verde da arena sob nossos pés, da Artminas, e o azul crepuscular sobre nossas cabeças, da Saks. A partir de hoje, todos  nós do time Saks existiremos na empresa como um único corpo para que nos próximos 25 anos possamos saciar nossa fome de grandeza”, discursou Wictor.

William Robson Guaritá Vieira, gerente de produção na matriz Sak´s,  representando o diretor proprietário José Renato  Marques também deixou aos atletas a mensagem de estímulo. Falando ao ET, valorizou a iniciativa. “Esse campeonato era um sonho da empresa, porque a prática de esportes agrega funcionários, essa prática de esportes  era algo que faltava e o Wictor com o Afrânio conseguiram isso, unir o pessoal da empresa,  uma iniciativa muito válida”.