Jornal O Estado do Triângulo - Sacramento
Edição nº 1777 - 07 de Maio de 2021

Boletos acima de R$ 800 terão registro na Febraban, a partir deste sábado

Edição nº 1615 - 23 de Março de 2018

Os boletos bancários acima de R$800 passam a ser registrados pela Febraban a partir deste sábado (24). A ação faz parte da terceira etapa de implantação do novo sistema de liquidação e compensação dos boletos bancários e, partir de amanhã, valores superiores a R$800 terão de ser emitidos em documento registrado. 

Para o setor comercial a medida oferece vantagens, pois os documentos vencidos acima de R$800 poderão ser pagos em qualquer banco. Com a mudança, a fatura, mesmo vencida, poderá ser quitada em qualquer banco, uma facilidade para os consumidores. Além disso, o risco de fraudes na emissão de todo tipo de boleto fica reduzido, bem como de pagamentos em duplicidade. 

Mas também existem desvantagens. Os empresários deverão enviar à instituição financeira um arquivo de remessa com todas as informações da transação, que ficarão reunidas em uma plataforma única. O resultado é que, embora seja mais seguro,implicará em custos para o empresariado.

Até o início da implantação do sistema, em julho de 2017, na modalidade sem registro, só havia cobrança de tarifas na liquidação dos boletos. Na nova plataforma, os bancos podem inseri-la na emissão e no registro, na liquidação, nas alterações, na manutenção e, ainda, na baixa daqueles que não foram pagos. “É importante que os empresários estejam atentos às mudanças e tentem negociar tarifas com as instituições financeiras”, destaca o coordenador de Arrecadação da Fecomércio/MG, Túlio Carvalho.

Para se adequar à medida, todos os estabelecimentos que utilizam os títulos simples terão que migrar para a nova modalidade. Ou seja, informar aos bancos todos os papéis de cobrança colocados na praça, sendo que neles constarão, obrigatoriamente, o CPF ou CNPJ do beneficiário e do pagador, nome completo ou razão social, entre outras informações.