Jornal O Estado do Triângulo - Sacramento
Edição nº 1783- 18 de junho de 2021

Demonstração de respeito a nossa gênese - Chico Urbano

Edição nº 1736 - 24 de Julho de 2020

Todas as nossas ações foram afetadas pela epidemia que graça as atividades humanas. Estamos à mercê do improvável esperando uma nova dimensão para a sociedade. Entendemos rapidamente nos últimos noventa dias a nossa impotência em relação ao futuro e a nós mesmos.

É um paradoxo referir-se ao Desemboque neste tom filosófico e longe da pretensão de mostrá-lo importante.

Verdadeiramente, concluímos que devemos investir mais em nós mesmos para assegurar a nossa sobrevivência na história. Este exercício enobrece o nosso comportamento e aumenta nossa dignidade. Em relação a este assunto não precisamos usar máscara.

Ao projetar a restauração do Patrimônio edificado das igrejas de Nossa Senhora do Desterro e Nossa Senhora do Rosário abrimos uma oportunidade de participar ativamente da história e de promover um investimento em algo que vai sobreviver a nós.

Pelo anonimato saímos da obscuridade e revestimo-nos da intrepidez dos entrantes pioneiros do século XVIII e da resistência dos caiapós e quilombolas. Podemos vislumbrar e resgatar as caravanas de faiscadores do leito do ribeirão Borá e vivenciar a utopia que alimentou os corações presentes no ato solene de tornar a capela do Santíssimo Sacramento do Burá curada.

Restaurar os templos barrocos do Desemboque, significa restaurar a nossa própria dignidade na lúgubre festa jubilar de 200 anos de fundação de uma das filhas do Desemboque: Sacramento.

O projeto que teve o patrocínio do Conselho Municipal de Segurança pública com a decidida boa vontade do seu presidente Sr Onésio Cruvinel e demais membros, pela clarividência do Ministério público: Dr José do Egito Castro e Souza que disponibilizaram a maior parte dos recursos em parceria com a administração. Prefeito e secretaria de Obras e Cultura.

Com a aprovação pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do estado IEPHA/MG teremos condição ao longo do esforço comum de Sacramento e região dimensionar no tempo e consolidar a importância histórica do Desemboque no futuro próximo pós-pandemia.

A imprensa, a Câmara Municipal e os conselhos comunitários terão oportunidade de manter a parceria salutar e inadiável desse projeto patriótico pela consideração e apreço às nossas raízes.

Auguramos sensibilidade e carinho à esta causa tão justa quanto meritória para receber o apoio dos nossos representantes parlamentares e executivos. As demais cidades pertencentes à genealogia desemboquense terão condições de vivenciar esta quadra de reconstrução dos valores materiais e imateriais que permeiam e fazem legítimas esta causa.