Jornal O Estado do Triângulo - Sacramento
Edição nº 1783- 18 de junho de 2021

Até quando deve durar a quarentena?

Edição nº 1721 - 03 de Abril de 2020

 Essa é uma pergunta complicada. Se as medidas forem relaxadas de uma vez, sem estarmos preparados, voltamos à situação inicial de crescimento exponencial da doença. Infelizmente, o desenvolvimento de vacinas e drogas para o tratamento da doença é um processo demorado.

Ainda que tenhamos opções promissoras sendo investigadas, e apesar de toda a urgência, o uso de soluções ainda não testadas é uma ideia péssima. É muito difícil atacar um vírus diretamente, já que vivem dentro de nossas células, e em muitos casos os remédios trazem mais problemas que benefícios. Geralmente, várias opções são testadas até que se encontre uma cura segura e eficaz. 

Vários países estão pensando em estratégias diferentes. Ao contrário do SARS, que foi completamente eliminado em 2004, provavelmente nós teremos que conviver com a covid-19 no futuro. Mesmo pessoas que já contraíram a doença aparentemente não permanecem imunizadas indefinidamente.

 Uma alternativa que vem sendo considerada é uma liberação gradual começando pelos grupos de menor risco, como crianças e adultos jovens, o que diminuiria a sobrecarga no sistema de saúde. 

De qualquer maneira, o momento é de planejar a abertura e fortalecer o contingente hospitalar. E de nos darmos conta de que o fim da quarentena não vai ser repentino e vai depender de mantermos as várias outras medidas de distanciamento social e desinfecção. Várias das mudanças sociais trazidas pelo vírus provavelmente vieram para ficar. Certamente da próxima vez já não vamos acompanhar uma epidemia na China por dois meses antes de tomar qualquer atitude. 

 

(Fonte: Portal UOL)