Jornal O Estado do Triângulo - Sacramento
Edição nº1733 - 26 de Junho de 2020

Truqueiros retornam com ‘Douradinha’

Edição nº 1713 - 7 de Fevereiro de 2020

O Bar Escondidinho, do casal Alessandro Afonso e Daniela Cervato, foi mais uma vez palco de disputa de 24 consagrados times de truqueiros de Conquista, Guaxima, Jubaí e Sacramento para mais um torneio. Não de truco, mas do I Torneio de Douradinha do Bar Escondidinho, que começou no dia 13 de janeiro e finais realizadas nessa quarta-feira 5, com entrega de troféus aos campeões e vice dos torneios principal e repescagem. 

De acordo com Parado, organizador do torneio, a Douradinha é jogada entre times de três parceiros. “O truco pode ser jogado de três modos diferentes: o truco, em duplas; a douradinha, jogada em trios, e o douradão, com quatro parceiros. Neste torneio, 24 trios, que chamamos de times, disputaram o troféu de campeão. E a Douradinha, que andava meio sumida, agora veio com força”, explicou, ressaltando que estar à frente do torneio como coordenador é um prazer.

A homenagem do torneio foi para o veterano truqueiro, Jair Marques dos Santos (o Jair do Truco), que é de Perdizes, mas já adotou Sacramento como sua terra, pelos seus 70 anos de vida completos em dezembro. “Tenho uma amizade muito grande em Sacramento, Conquista, Jubaí, Guaxima todas conquistadas nos torneios de truco. Sou muito grato por essa homenagem e agradeço de coração esse reconhecimento, porque chegar aos 70 anos é por Deus”, reconheceu, lembrando que era rapazinho quando pegou num baralho.

“Dos 70 anos de vida tenho 50 como truqueiro. Comecei rapazinho e fui gostando e estou aí até hoje. Fui campeão várias vezes, não sou muito ruim de truco, não. Fui parceiro do Edney, Sibirica, Agenorão, Pipa, Donizete e nessa Douradinha fiz parceria com Sindovál e Leo. Mas como o baralho nos deu uma dobrada, disputamos a final da repescagem”. 

Jair, que mudou para Sacramento em 1980, é casado com Elci, pais de duas filhas e aposentou-se depois de trabalhar 16 anos na Prefeitura de Sacramento, ao completar o tempo de contribuição.

 A final foi disputada nessa quarta-feira 5 entre os trios: Renato, Tatá e Renatinho de  Conquista e o de Sacramento formado por  Branco, Sibirica e Luiz Bigi. O 3º  lugar do principal saiu no dia 29 e ficou com o trio , Pelego, Juliano e Daniel. Na repescagem, nessa quarta-feira, a final foi entre Jair, Leo e Sindoval contra Debret, Vadinho e Liçânio.   

 

No final do torneio, os participantes tiveram um jantar pra lá de especial: polenta, quiabo, frango caipira  arroz, feijão e macarrão.