Jornal O Estado do Triângulo - Sacramento
Edição nº1733 - 26 de Junho de 2020

Região dos Pinheiros tem ponte reconstruída

Edição nº 1731 - 12 de Junho de 2020

Moradores de uma das mais antigas regiões do município (que leva o nome de Pinheiros, segundo contam, sem muita certeza, remontam ao histórico Desemboque, do século XVIII) receberam, na manhã do último dia 5, o prefeito Wesley De Santi de Melo, vereadores, secretário Hermógenes Ribeiro e funcionários para a entrega de mais uma obra, a reconstrução da Ponte Benvindo Coelho, no córrego da Joana.

 

O presidente da Associação Rural da Comunidade Pinheiros, José dos Reis da Silva, nascido e criado na região, em entrevista ao ET, expressou agradecimentos ao prefeito pela agilidade com que foi feito o serviço.

“Esta ponte estava fazendo muita falta. É uma ponte importante que nos leva até Tapira, o ponto comercial mais próximo, a 28 km. Relativamente nova, ela foi construída pelo prefeito Nobuhiro Karashima. Com o tempo, ela veio deteriorando até que cedeu com a passagem de um caminhão carregado de grãos. Felizmente, agora, veio esta reforma que ficou muito boa”.

Falando aos presentes, Reis manifestou gratidão em nome dos moradores. “Somos muito agradecidos, pois por aqui escoamos nossa produção, nesta ponte passam os queijeiros, leiteiros, grãos e foi só ficarmos uns dias sem a ponte que vimos a sua importância, felizmente o prefeito agiu muito rápido. Esta ponte é o único acesso para Sacramento”, ressalta, estendendo também agradecimentos pelos implementos agrícolas recebidos da Prefeitura. 

“O prefeito Baguá entregou também a nossa Associação Comunitária um trator zero km, uma calcareadeira e uma carreta basculante e agora a ponte. Sempre fomos muito bem atendidos pela Prefeitura”, reconheceu.

“Esses implementos são de uso dos pequenos produtores. Temos uma boa diretoria que administra esses bens e, com os recursos dos serviços, a comunidade vai mantendo o óleo, troca de peças, afinal temos que cuidar do que é nosso”, ressaltou, informando que a Associação Comunitária dos Pinheiros conta com 40 produtores associados. 

“Mas há muito mais produtores na região. Só para se ter ideia, foram produzidas mais de 1.200 carretas de silo aqui na região dos Pinheiros”, destaca.

Um dos moradores mais antigos da comunidade, João Peres 68, pai do vereador Edmilson Peres, conversando com o ET, lembra do patrono da ponte, Benvindo Coelho. “Era uma figura típica, com uma barba muito grande, enorme, era uma pessoa muito boa, amigo de todo mundo. Rodava essa região toda, ajudava muito as pessoas e foi merecida essa homenagem”, reconhece, falando da importância da ponte que serve a todos os moradores da região.

O vereador Edimilson parabenizou o prefeito pela agilidade da prefeitura em fazer a ponte e  cumprimentou a comunidade merecedora do benefício. 

 

Região se destaca na produção de grãos

 

Nos últimos anos, a região dos Pinheiros, localizada a mais de 70 quilômetros da cidade, dentro do chapadão da Zagaia, vem se tornando uma das mais produtivas do município em grãos, frutas, leite e queijo e, em consequência, aumentando muito o trânsito de caminhões e carretas. E foi por conta desse tráfego pesado que um dos veículos, ao atravessar a Ponte Benvindo Coelho, abalou sua estrutura metálica e os troncos de sustentação do tabuado há quase dois meses, deixando a comunidade isolada. 

Na sua mensagem aos moradores e produtores da região, o prefeito Wesley, ressaltou a importância daquela obra para o intenso trânsito que tem a região devido à larga produção de grãos, frutas, gado, leite e queijo. “Sete Voltas e Pinheiros hoje são duas comunidades de destaque no agronegócio do município”, reconheceu o prefeito, enumerando algumas obras feitas na comunidade dos Pinheiros.

“- Nesta gestão, pudemos beneficiar a comunidade dos Pinheiros com um trator zero km, uma calcareadeira e uma carreta basculante nova, para ser utilizada na silagem; assentamento de vários mata-burros; colocação de tubulões em duas passagens do ribeirão da Parida, resolvendo o problema nos tempos de chuva e, agora, estamos entregando a Ponte Benvindo Coelho, reformada e reforçada para suportar o peso de até 45 mil quilos”.

Lembra o prefeito, que tem propriedade no local, que a ponte sobre o córrego da Joana é, relativamente, recente. “A ponte antiga ficava na fazenda do Belchior Messias. Na época do prefeito Biro, ele construiu esta ponte e fez a estrada que possibilitou o acesso de toda a região à Tapira e à BR 464, que corta o chapadão, ligando Sacramento ao Sul de Minas”, recorda, ressaltando o crescimento econômico da região.   

“Naquela época, 20 anos atrás, não se pensava que esta região fosse produzir tanto grão como produz hoje. São vários produtores de grãos aqui, muita soja, milho. Uma região que produz também muito queijo, leite, gado e se serve desta ponte e da estrada. Tapira fica a 28 km, o Desemboque a 25 km, o que mostra a importância desta obra e da estrada”, justificou.


 

De acordo com Wesley, há cerca de 50 dias um bitrem com mais de 60 toneladas de milho passou pela ponte danificando uma das vigas, que teve de ser substituída. “Como tínhamos que consertar a viga, decidimos reformar e reforçar a ponte, embora não estivesse no nosso planejamento. Mas ponte é algo que só quem passa por ela sabe a falta que faz. Ela liga regiões, liga vizinhança, é o principal acesso para as comunidades vizinhas, então, só nos resta fazer a nossa parte. E ficou uma ponte segura, com um reforço diferenciado, para receber cargas até 45 toneladas”, frisou.  

 

Política tem que ser construída em cima da paz, do respeito e da concórdia

 

Fazendo referência aos boatos veiculados na mídia virtual expondo críticas ao seu governo, o prefeito lamentou esse tipo de política. “Infelizmente, a condução da política local por parte dos adversários está sendo feita em cima de ódio e de discórdia. 

“Falam que fiz a ponte, porque tenho propriedade aqui. Se não faço, dizem que não atendo aos produtores rurais. É uma situação difícil, se faz não devia ter feito, se não faz falam do mesmo jeito. Hoje, infelizmente, as pessoas falam o que querem e quem perde com isso é a população, que passa a viver em discórdia”. Lamento, porque a política tem que ser construída em cima da paz, do respeito e da concórdia”, ponderou.  

O prefeito lembra também que a ponte foi reconstruída num tempo recorde, porque aproveitou a equipe especializada da empresa que está concluindo a Ponte Magdalena Scalon (Ponte da Carmelita) para dar suporte técnico ao conserto, elevando sua capacidade de suporte de peso para 45 t.

Finalizando, Wesley parabenizou o ex-prefeito Biro que teve a visão de mudar a ponte para o atual local. “Dr Biro fez a ponte e nossa obrigação é zelar, reparar o que for necessário para o bem de todos os produtores rurais que se servem daquela obra para escoação de seus produtos”, reconheceu.

 

"Só para se ter ideia, foram produzidas mais de 1.200 

carretas de silo aqui na região dos Pinheiros”