Jornal O Estado do Triângulo - Sacramento
Edição nº 1771 - 26 de Março de 2021

Morre o querido pastor Viana

Edição nº1733 - 26 de Junho de 2020

O pastor e reverendo presbiteriano, médico cardiologista Dr Luís Viana de Alcântara Filho, 73, morreu na última sexta-feira 20, vítima da Covid-19, em Patrocínio (MG). De acordo com lideranças da Igreja de Patrocínio, não houve velório em virtude de ele ter morrido devido a complicações da Covid 19. Os serviços funerários estiveram a cargo da Funerária São Pedro e ele foi sepultado as 16 horas no Cemitério Municipal de Patrocínio.

 

O reverendo, Dr Luís Viana,  que também preside a Igreja Presbiteriana, de Sacramento, deixa a esposa Ireni, duas filhas, genros e netos. E deixa também para Patrocínio, Sacramento, onde nos últimos anos esteve como reverendo da Igreja Presbiteriana da cidade, assim como a toda a região do Alto Paranaíba um legado de trabalho, doação, amor ao próximo e de exemplos, sobretudo, de religiosidade.

 

Logo que foram editados os primeiros decretos de prevenção, Dr Viana deixou de vir a Sacramento, fixando-se em Patrocínio.

 

Quem é o Pastor Luís Viana 

 

O reverendo Luís Viana de Alcântara Filho, Luisinho, como era carinhosamente chamado pela família, nasceu em 1º de novembro de 1946, em Botafogo, antigo Distrito Federal da Guanabara, hoje Município do Rio de Janeiro.

Filho de militar de carreira, ainda criança, manifestou desejo de estudar Medicina. “De alguma maneira, os relatos ouvidos sobre os horrores da guerra mexeram com o seu coração de criança levando-o a decisão de salvar vidas como médico. Salvar vidas sempre foi a sua grande paixão, não somente salvá-las de suas enfermidades físicas, mas principalmente da enfermidade da alma, chamada pecado”, conforme relatou ao ET a assessoria de comunicação da Igreja Presbiteriana de Patrocínio, resumindo seu currículo. 

“Luís foi dedicado aos estudos, juntamente com seus irmãos Luci, Lutero, Lael e Letícia, sempre na Escola Pública. Em 1966, aos 17 anos, ingressou no curso de Medicina, na Universidade Federal do Amazonas, através do Governo Federal ao ficar como excedente. Sem conhecer ninguém e com parcos recursos, viajou gratuitamente pelo Correio Aero Nacional - CAN para Manaus, apenas com uma carta de apresentação ao pastor da Igreja Presbiteriana de Manaus, que o recebeu e ofereceu uma das dependências da Igreja para sua moradia.

Durante três anos, passou hospedado na Igreja e nas horas vagas fazia alguns bicos para se sustentar. Ao completar o terceiro ano de Medicina, conseguiu transferência para o Rio de Janeiro, onde completou o seu curso de Graduação. 

A primeira parte de seu sonho se completou ao cursar Cardiologia e, posteriormente, Medicina do Trabalho. Mas alimentava também o desejo de salvar vidas e assim, tem início a concretização de seu segundo sonho: Ser Pastor e levar a Palavra de Salvação a todas as pessoas. Estudou Teologia no Seminário Presbiteriano do Sul, em Campinas (SP) e foi ordenado pastor presbiteriano.

Luís casou-se com Ireni Medeiros dos Santos e juntos criaram três filhos, Raquel e Rute e o filho Ruben que faleceu com trinta e três anos de leucemia. 

O Rev. Dr. Luís Viana foi um pai para os pastores mais novos do Presbitério do Alto Paranaíba. Cooperou por sete anos no mutirão SOS Indígena, nos campos da Missão Evangélica Caiuá, no Mato Grosso do Sul (MS). Trabalhou no Pronto Socorro e hospitais de Patrocínio e região. E foi presidente da Associação Médica de Patrocínio por três mandatos.

Durante vários anos, Luís Viana enriqueceu as páginas deste jornal como articulista da coluna, 'Evangelho para todos', na pág. 2, onde deixou lindas mensagens de fé e amor tematizadas nos evangelhos de Jesus. Sua última contribuição foi na edição nº 1.732, de 19/06, no texto, “Quem é Jesus”,  em que O define citando passagens do Evangelho: “É Deus; é o Criador; é o Salvador; é o Bom Pastor; é a Porta; é o Caminho; é o Mediador; é o Juiz; é o Pão da Vida; é a Ressurreição e a Vida; é a Vitória; é o Senhor; é Amor”, e finaliza, citando 1 Coríntios, 13:3 “... E ainda que eu distribua todos os meus bens entre os pobres e ainda que eu entregue o meu próprio corpo para ser queimado, se não tiver amor (Jesus) nada serei”. 

No dia 20 de junho de 2020, o médico do corpo que se tornou também o médico de almas se tornou Filho do céu”.


 

NR - O jornal O Estado do Triângulo manifesta à família do Pastor e Reverendo Dr Luiz Viana, em especial à esposa Ireni e filhas, e aos irmãos da Igreja Presbiteriana de Sacramento e Patrocínio profundos sentimentos pela passagem do querido pastor. Na certeza de sua eternidade nos braços do Pai, manifesta também sua alegria e agradecimentos pelas mensagens e ensinamentos deixados aos nossos assinantes, através de sua coluna ‘Evangelho para todos’.