Jornal O Estado do Triângulo - Sacramento
Edição nº 1771 - 26 de Março de 2021

Instituições religiosas mostram como estão vivendo esse tempo da Pandemia

Edição nº1733 - 26 de Junho de 2020

Neste tempo de pandemia, o ET está realizando uma série de reportagens abordando vários segmentos da cidade: governo, escola, comércio varejista em geral e fábricas, etc, em relação ao novo coronavírus que assola o mundo a partir de dezembro último e, no Brasil, a partir de março. A maioria 

dessas instituições convidadas, gentilmente, participou das entrevistas, todas publicadas nas edições anteriores.

 

As matérias têm como objetivo deixar registrado às gerações futuras informações escritas de como a sociedade em geral encarou, viveu, se comportou e sofreu as consequências diante desta crise pandêmica que hoje atinge mais de 1,4 milhão de pessoas infectadas e mais de 55 mil mortes no País.

O que nos motivou a fazer a reportagem foi perceber, através de buscas que fizemos em jornais antigos de nossa cidade, a ausência de dados escritos que abordem, por exemplo, como Sacramento se comportou em relação às pandemias vividas pelo mundo em anos passados, em especial a Gripe Espanhola de 1918, mais próxima de nossa época.

Nesta edição, estamos registrando o setor religioso da cidade. Como essas instituições estão vivendo esse momento em relação às suas práticas religiosas, tendo em conta que suas cerimônias são realizadas em grandes salões com a presença de grandes públicos. Como estão celebrando seus encontros, cerimônias, suas práticas religiosas na certeza de que a oração, nesses momentos tão dolorosos, tem também tanta importância ao levar à população força, prudência e esperança. 

 

Foram convidados os párocos das duas igrejas católicas; dois pastores das igrejas  evangélicas e dois presidentes de centros espíritas. Veja a seguir.

 

Paróquia Basílica do Santíssimo Sacramento 

 

“Eis que eu estou convosco todos os dias até a consumação dos séculos” (Mt 28, 20). Estas palavras de Jesus, dirigidas aos discípulos, dão-nos a certeza de que não estamos sozinhos diante dos problemas, desilusões, sofrimentos, crises, pandemias, etc. Ele caminha conosco. Estamos vivendo um tempo difícil da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), em que parece custoso ver a presença do Senhor junto a nós. 

Este tempo grave de pandemia fechou as portas de nossa Basílica e demais espaços sagrados, mas a Igreja não fechou, ela continuou alimentando seus filhos e filhas através da oração, da Palavra, das celebrações transmitidas pela rádio Sacramento e mídias sociais, vídeos orantes compartilhados nas redes sociais. A Igreja Católica continuou assistindo os pobres e mais necessitados pela caridade e estimulando a solidariedade. 

Celebramos a Quaresma, Semana Santa, Tempo Pascal, Pentecostes, Festas da Padroeira, de Santo Antônio e Corpus Christi. Não houve um dia sem a celebração da Santa Missa em favor no nosso povo.  Em meio a esta pandemia, houve a redescoberta da “Igreja doméstica”. A família reaprendeu a estar junta, a rezar unida, a compartilhar a vida, a existência, etc.

 Não sabemos até quando esta crise durará, talvez, em muitas regiões, como a nossa, ainda não tenha chegado o pico, porém, já se começa a ver sinais de possíveis superações. É preciso, vivermos com responsabilidade este momento, incentivando os membros de nossa Comunidade Paroquial ao cuidado com a própria vida e com a vida do próximo, como nos exortou a Campanha da Fraternidade deste ano: “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (Lc 10, 33-34). 

É importante, também, começarmos a refletir sobre este processo de volta e do pós-pandemia. Enfim, a Igreja deve ser portadora da grande Esperança que nasce da fé, tanto para o nosso amado povo como para a vida da sociedade inteira.

 

Padre Ricardo Fidelis

 

Paróquia Nossa Senhora da Abadia

 

“Tudo posso naquele que me fortalece” (Fil. 4,13)

“Nada te perturbe, nada te espante, tudo passa, Deus não muda, a paciência tudo alcança; quem a Deus tem, nada lhe falta: só Deus basta”.  (Santa Tereza de Ávila)


A humanidade, desde o final do ano passado, vem experimentando um momento de muita turbulência, provação, com o surgimento do novo coronavírus ou COVID 19.  A igreja tem procurado enfrentar toda essa questão com serenidade e esperança, pois temos a certeza, de que cedo ou tarde, tudo isso irá passar. Pois o cristão vive da esperança, da confiança em Deus, que tudo pode.  

Claro, não está sendo fácil para ninguém passar por tudo isso, mas é preciso esperar em Deus. O medo, a angústia, a incerteza, em alguns momentos, bate à porta do nosso coração, mas não podemos desanimar, pois Deus está no comando. 

A nossa comunidade paroquial está procurando, na medida do possível, não deixar os fiéis sem a assistência espiritual. Temos missas todos os dias, exceto na segunda-feira. Temos incentivado o povo a procurar uma intimidade maior com Deus - em família - pois só com Deus, na entrega total a Ele, sairemos dessa provação, vencedores. 

Depois de 83 dias sem a presença do povo na igreja, estamos, aos poucos,  obedecendo às normas de distanciamento e higienização,  retornando com a participação dos fiéis nas missas. 

Enquanto os fiéis estavam em quarentena, era uma experiência de sofrimento, tanto para eles, como para mim, como pastor, pois os fiéis, em suas casas, estavam fazendo, apenas a comunhão espiritual. Mas não resta dúvida de que tudo isso que estamos passando, está nos amadurecendo humana e espiritualmente.  Que tudo isso, ao passar, nos torne mais humanos e mais próximos de Deus. 

 

Pe. Antônio Carlos Santos

 

Centro Espírita Fé, Esperança e Caridade

 

“Em respeito ao momento de Pandemia porque passa toda a Humanidade, fomos também convidados a suspender nossas atividades presenciais em cumprimento aos nossos deveres, mediante as orientações da Organização Mundial de Saúde e os Decretos Municipais. Sentimos também que não vivemos essa Pandemia como as demais. Vejo que estamos sendo todos convidados a parar para refletir, no que as leis divinas vêm nos propor nesse momento. 

A diretoria do Grupo Espírita Esperança e Caridade vêm com suas atividades suspensas fisicamente, desde que fomos todos convidados a parar. Nossa programação está sendo realizada de acordo com os meios que a tecnologia nos  oferecem atualmente.  É o que dispomos para auxiliar nossos irmãos. 

As atividades seguem o seguinte calendário:

Todas as manhãs a partir das oito horas fazemos o evangelho na forma de áudio, com o link: Evangelho.cak.org.br ou HTTPS/ soundcloud.com/reflexões/evangelho-cak. 

Durante a semana temos o estudo do Evangelho, segunda e quarta-feira, ás 19 horas pelo meet, quando disponibilizamos o link para os grupo inscritos. Na terça feira, às 19 horas, temos tido um estudo sobre a Vida e Obra de Euripedes Barsanulfo, dirigido por Saulo Amui, da mesma forma, usando o link que é disponibilizado pelo meet, para cada reunião. Na quarta-feira temos tido o estudo da Doutrina Espírita para o grupo de pais dirigido por Luciane França Amui Loiola e Mara Zago.  No domingo, aulas de Evangelização em forma de vídeo e o estudo interativo do grupo que estuda os sentimentos e a personalidade, dirigido por Francine França Amui e, à tarde, ás 16horas, a evangelização com os jovens, dirigido por Luciane F. Amui Loiola.

Dessa forma temos procurado manter nossos pensamentos ligados ao Evangelho de Jesus, rogando-lhe a proteção para todos os lares do planeta Terra. Este momento tem sido de grande valor para todos que procuram refletir no que Deus está nos convidando a mudar”. 

Nosso agradecimento fraterno. 

Alzira Bessa França Amui.


Grupo Espírita Batuíra

 

“Este momento de pandemia, obrigou a todos mudarem seus hábitos, costumes mantendo sempre sua fé e obediência; com as leis de Deus e dos homens; nos guiando neste novo estágio na terra.

As atividades religiosas e doutrinárias do nosso Grupo Espírita Batuíra em Sacramento, estão suspensas de acordo com recomendações das unidades de saúde e sanitárias.

Temos mantido contatos e socorros aos irmãos e amigos, quando desta travessia, feridos pelo desemprego, em consequência, o aumento de suas necessidades materiais. Iniciamos o trabalho de evangelização e informação através de vídeo conferência. É o nosso momento de manter a chama da esperança!

Que Jesus médico e amigo de nossas almas, não cesse sua Misericórdia para conosco.

Aguardemos, dias melhores virão; pois nenhum mal durará para sempre! 

Paz e renovação a todos! 

 

Marco Aurélio Almeida 

 

Casa de Oração

 

“Como Cristãos que se reúnem na Casa-de-Oração, estamos  enfrentando este momento de tanta inquietação, face à pandemia do Covit-19 com fé e esperança. Em primeiro lugar, sempre agradecemos a Deus, por podermos estar nos reunindo, obedecendo às normas do decreto Municipal 145 de 28/04/2020. Mantemos as nossas atividades, as reuniões de Orações, estudos bíblicos e evangelismo. Oramos sempre ao nosso bondoso Deus, pela proteção, cuidados e sabedoria ás autoridades, na condução dessa crise. 

O Senhor Jesus Cristo no sermão profético, relatado nos evangelhos, alertou sobre tudo o que está acontecendo (Mateus cap. 24; Lucas cap. 21 e Marcos cap. 13), mas afirmou, “Ainda não é o fim”.  Nós aguardamos o dia glorioso, em que em que o Senhor Jesus, voltará para estabelecer seu reinado de paz e justiça. O que a humanidade precisa parar e pensar neste momento, é sobre a fragilidade e brevidade de nossas vidas e voltarmos para Deus, pois pior que o “Coronavírus” que tem ceifado tantas vidas, existe o vírus do “pecado”, que nos separa de Deus e que consigo traz a morte eterna, sendo a única esperança, confiarmos nossas vidas ao Senhor Jesus Cristo Crendo Nele, Como nosso Salvador e Senhor”.

 

Giovanni Fernandes Silva

Igreja Presbiteriana de Sacramento

 

“Em meio a tantos sentimentos e tantas dores, a Igreja de Cristo, busca através da fé, oração e da Bíblia, força para se manter firme e inabalável. Para nós, tudo o que vem acontecendo no mundo não é novidade, porque está tudo registrado na Santa Palavra de Deus, a Bíblia. Que tudo isso iria acontecer segundo o evangelho de Mateus Capítulo 24.

Mas, em especial, quero destacar o versículo 7, que assim diz na Palavra do Senhor: “Portanto, se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá fome, e pestes, e terremotos em vários lugares”. 

A bíblia deixa bem claro que a volta de Cristo nunca esteve tão próxima como o tempo em que estamos vivendo, e Deus, o Senhor, nos exorta para o arrependimento. 

Nossa Igreja continua unida através do WhatsApp e do Facebook, onde temos nossos encontros para estudar a Bíblia e meditar nela a Igreja de Cristo que continua forte, pois não está limitada ao lugar nem a quatro paredes.  Sentimos falta de nossos encontros, dos abraços e apertos de mãos; dos nossos almoços aos domingos a cada dois meses, a confraternização nas datas especiais, e dos cultos nos lares nas casas toda sexta-feira. Somos uma família! Somos a Igreja de Cristo!

Rogamos que se for da vontade de Deus, o Senhor, para a sua Glória e sua vontade, que essa pandemia termine logo. Porque sabemos: “De Jesus, por meio de Jesus e para Jesus, são todas as coisas; a Jesus, pois, a glória eternamente. Amém! (Romanos 11:36)

Irmão Wellington Batista