Jornal O Estado do Triângulo - Sacramento
Edição nº 1771 - 26 de Março de 2021

Há 50 anos a cidade celebrou 100 anos da Vila do Santíssimo Sacramento

Edição nº 1741 - 24 de agosto de 2020

A edição nº 43, de 25.10.1970, do jornal O Estado do Triângulo, traz como manchete de primeira página, 'Sacramento comemora seu primeiro centenário', referindo-se à data histórica de 13 de setembro de 1870, quando a Lei Provincial 1.637 elevou o então Distrito à categoria de Vila, com a denominação de Santíssimo Sacramento. A elevação de cidade só aconteceria sete anos depois, no dia 3 de junho de 1876, através da lei provincial 2.216. Esta data de hoje, que marca o bicentenário da cidade, está sendo comemorada com base no ato de fundação da cidade, ocorrido no dia 24 de agosto de 1820. 

Naquela edição, ocorrida há 50 anos, o jornal informava: “Nossa terra adquiriu no dia 12 de outubro a sua maioridade, é uma cidade centenária. Os sinos dobraram na madrugada; o arcebispo da diocese, Dom José Pedro Costa presidia a concelebração de uma Santa Missa em ação de graças; a banda marcial da gloriosa Força Militar de Minas com seus acordes anunciavam o grande evento, chegou nosso primeiro centenário”. 

A matéria abre também espaço para nomear os ilustres visitantes. “O governado de Minas Gerais, o Sr. Israel Pinheiro da Silva, acompanhado de ilustre comitiva chega para os parabéns. Inaugura-se a variante asfaltada que dá acesso à rodovia Assis Chateaubriand. Sacramento deixa de ser a cidade do 'Passa Perto' e se liga por asfalto ao centro industrial do Brasil, São Paulo, a 500 Km, e à sua capital, Belo Horizonte, a pouco mais de 400 Km”.

A notícia prossegue informando que o governador Israel Pinheiro recebe o título de Cidadão Honorário de Sacramento e é saudado pelo empresário Omar Afonso de Almeida, irmão do então prefeito, José Sebastião de Almeida. Na sua saudação, assinalou: “O primeiro centenário de Sacramento marca-se com a formação de uma raça brasileira, uma raça mineira, uma família sacramentana. Plantada às margens do ribeirão Borá pelo Padre Hermógenes formou-se a vila com os portugueses, os negros e os indígenas. No final do século passado, a colônia italiana com o seu trabalho veio enriquecer o nosso solo e, no princípio do novo século, os árabes e japoneses. Hoje, todos caldearam a família sacramentana.

Dirigindo-se ao governador, afirmou: “Sacramento, Sr. Governador, orgulha-se de ser a sala de visita na divisa de Minas com São Paulo; Sacramento orgulha-se de ser o município mais alfabetizado do Brasil; Sacramento orgulha-se de ser o maior centro hidrelétrico da América Latina; Sacramento orgulha-se, Sr Governador, de tê-lo como cidadão sacramentano...”. E concluiu: “Vossa Excelência soube manter o orgulho dos sacramentanos, o orgulho de Minas Gerais, defendendo sua autonomia nessa fase tão delicada da vida nacional”. 

Também discursaram o vereador Luiz Antônio Afonso (Zinho), presidente da Câmara Municipal, saudando o povo e o governador e passando a palavra ao ex-prefeito José Ribeiro de Oliveira (Dr Juca). “Em belíssimas palavras, o Juca Sacramento enaltece, merecidamente, o homenageado mostrando a luta e seu companheirismo através de inúmeras campanhas cívicas”, diz a matéria, destacando também o presidente da Comissão Organizadora das Festividades dos 100 Anos de Sacramento, Fozo Maluf.

“Como já se esperava, Fozo Maluf ofereceu ao povo de Sacramento e aos nossos visitantes uma verdadeira apoteose através de um desfile de nossa juventude estudantil representando nossa Sacramento secular. Crianças com trajes de bandeirantes, acompanhadas pelos indígenas, negros e jesuítas que se emprenharam por nossas matas”.

A reportagem é concluída com a participação do prefeito José Sebastião de Almeida e o governador Israel Pinheiro inaugurando o Centro Comunitário Geny Novelino Fernandes; lançando a pedra fundamental do Grupo Escolar Sinhana Borges; a pedra fundamental do Albergue Noturno da Loja Maçônica General Sodré e inaugurando, ainda, a primeira indústria de ferramentas de precisão de Minas Gerais, a Diamante – Indústria de Ferramentas Ltda, de propriedade dos Afonso de Almeida.