Jornal O Estado do Triângulo - Sacramento
Edição nº 1737 - 24 de julho de 2020

Eliana Garcia é embaixadora Politize em Sacramento

Edição nº 1735 - 10 de Julho de 2020

Eliana Garcia Vilas Boas (foto) é a representante da rede nacional de Embaixadores Politize em Sacramento, formada presencialmente turma de Brasília em 2019, e desde então já alcançou mais de 413 pessoas em atividades educativas presenciais. Eliana Garcia, que atualmente é a Mobilizadora da Embaixada Politize,  está qualificada para coordenar as atividades da organização na cidade, como a formação de alunos e a captação de recursos que viabilizem o seu funcionamento (tanto doações financeiras quanto os recursos materiais supracitados).

 

A Politize é uma organização da sociedade civil, sem fins lucrativos (ONG), de direito privado, fundada em 25/01/2015, com a missão de formar uma nova geração de cidadãos conscientes e comprometidos com a democracia, portanto atua por meio da educação política para qualquer pessoa, dentro e fora da internet,  sempre com muito respeito pela pluralidade de ideias, crenças e posições.  “Enfim, a Embaixada é uma organização plural e apartidária que tem por objetivo inspirar, formar e mobilizar cidadãos para que se tornem líderes públicos em sua comunidade, através de atividades educativas sobre política, sem viés partidário e de forma gratuita para cidadãos de cada município onde está presente”.  

Atualmente, 28 Embaixadas estão ativas em 16 estados e a nossa meta é iniciar 2021com 50 Embaixadas em operação.  A formação ministrada pela Embaixada a seus participantes, incluindo metodologia de ensino, conteúdo e ementa é integralmente desenvolvida pelo Politize, uma organização pioneira e com reconhecimento a nível nacional e internacional em sua área. 

De acordo com Vinícius Zunino, coordenador do Programa Embaixadores Politize, “são mais de 30 milhões de acessos em conteúdos online sobre política e mais de  55 mil pessoas alcançadas em atividades presenciais sobre educação política com o apoio de  organizações como National Endownment for Democracy, Fundação Friedrich-Ebert-Stiftung, Facebook e Instituto Votorantin. Todas elas já financiaram projetos do Politize, sendo as duas últimas, financiadoras do próprio programa das Embaixadas. 

Além de organizações financiadoras, há diversas outras organizações parceiras em projetos, como o Instituto  Mattos Filho, Poder do Voto, Comunitas, Instituto Sivis e centenas de pessoas que acreditaram no trabalho da organização e já doaram para apoiar a causa”, afirma, destacando que, como se trata de uma organização sem fins lucrativos, todos os serviços prestados pela organização e por seus núcleos municipais (Embaixadas) são totalmente gratuitos, e por isso dependem de doações para viabilizar suas atividades. 

Estrutura do curso - O curso é dividido em quatro módulos:  

a) Conhecimento Político, focado no essencial para entender a política de forma simples e direta, com conteúdos sobre democracia, correntes de pensamento político, três poderes, entre outros; 

b)  diálogo plural, cujo foco é desenvolver uma habilidade fundamental, saber dialogar com qualquer pessoa, independente do seu viés político, cultura e  forma de pensar; 

c) empatia cidadã, introdução de ferramentas e experiências para identificar as demandas da sociedade e criar ações efetivas para resolvê-las; 

d) protagonismo comunitário, que consiste na realização de  atividades e ações, transformando os conhecimentos que obteve em impacto positivo para a comunidade.

As inscrições para o curso que tem a duração de 100 horas encerraram em abril, mas como 40% das aulas são presenciais, elas só terão início assim que a epidemia passar. Mais informações sobre a ONG,  relatórios de atividades e demonstrativos contábeis, basta acessar a   página https://www.politize.com.br/quem-somos/.

 

Politize promove webinário sobre a Lei Aldir Blanc

 

Neste sábado 11, o Politize promove um webinário, das 18 às 20h para tratar da implementação da Lei Aldir Blanc, que  prevê repasse a estados e municípios que irão aplicá-lo em renda emergencial para profissionais de arte e cultura e também para gestão de espaços culturais.

Participam do webinário o produtor cultural e membro do Fórum de Cultura de Mingas Gerais, Guilardo Veloso;  Lorena Ribeiro, superintendente estadual de Desenvolvimento da Cultura, de Tocantins; Chico Cruz, secretário de Cultura de Açailândia (MA) e Alexandre Santini, diretor do Teatro Popular Oscar Niemeyer, de Niteroi (RJ).