Jornal O Estado do Triângulo - Sacramento
Edição nº 1751 - 30 de Outubro de 2020

De olho na rede

Edição nº 1456 - 13 Março 2015

MANIFESTAÇÃO PACÍFICA 

 

Sacramento está se mobilizando para uma manifestação pacífica no domingo 15,  às 16 h, saindo da praça Getúlio Vargas. De acordo com a página Manifestação Pacífica Por um Brasil Melhor,  “o  evento é uma demonstração de que nossa Sacramento é uma cidade politizada e que deseja mudança no sistema político nacional. Embora sejamos poucos, bradaremos 'Por um Brasil Melhor', neste momento de extremo caos político”. 

TOCOS: CRIADOUROS DE DENGUE
Bia Afonso:  Olha o foco de dengue que o G achou aqui no centro da cidade, em frente a autoescola...
Amanda Douglas Araújo: Olha a nova utilidade dos coqueiros. Viraram criadouros de mosquitos.
Andréia Santos Rodrigues: Que horror !!! 
José Carlos Basso De Santi Vieira:  A única utilidade para os tocos dos coqueiros/palmeiras: CRIADOURO DE MOSQUITOS!
Alessandra Inês Borges: É isso! E como o centro da cidade está cheio de "tocos de coqueiros" pode ser que tenha mais focos de dengue! Só Jesus na causa! SOCOOOOOOOOOOOOOOOOORRO!
Luzia Anjélica Borges: Muitos desses tocos estão assim. Hoje (12/3) havia  várias pessoas olhando isso. Agentes da saúde vão ter que olhar em todos os tocos dos canteiros...
 
REFORMA DA PRAÇA GV
Nos últimos dias a reforma da praça Getúlio Vargas rendeu mais de 200 comentário. A maioria é contra, acreditando que há outras prioridades a serrem atendidas. Uns poucos são a favor. A prefeitura por sua vez justifica a reforma, como uma antiga reivindicação da população. Confira os comentários.
Thiago Scalon questionou em 25/2:  A praça central de Sacramento, denominada de Getúlio Vargas, está prestes a receber nova reforma (Processo Licitatório nº 011/2015), uma obra de aproximadamente R$ 465.000,00 de verba oriunda do Ministério das Cidades, com construção de monumento em homenagem às vítimas do acidente de ônibus. Deixe seu comentário. Na sua opinião a reforma é: ( ) Desnecessária, ( ) Necessária () Sem opinião formada. Não foi divulgado o resultado da votação, mas comentários e curtidas  bateram o recorde. 
Danilo Padovani:  Mexer na praça que está pronta e reformada é uma besteira. No tocante à vaidade do administrador "mor" em fazer esse monumento de acordo com a Lei Municipal n° 988/2006, é um verdadeiro absurdo. Eu, como acidentado, no caso do ônibus, tento esquecer, agora se tiver de passar na praça e rever e relembrar todos os dias será um martírio. Deveria respeitar a dor das pessoas, de quem se foi ou de quem ainda está aqui e se lembra diariamente. Mas não se preocupa com as pessoas muito menos com a opinião das mesmas...   
Luciana Alves Batista: Pra que mesmo que servem as praças? Tínhamos que nos unir e não permitir isso. É o nosso dinheiro! Não estamos precisando de praça, estamos precisando é de empregos, segurança, saúde e  muitas outras coisas. 
João da Matta: Aplique em Educação e Saúde esta verba e ore pelas vítimas.
Beto Scalon:   Que situação gente do céu!...Os sobreviventes dessa tragédia vão ter que passar longe dessa praça. Reformar a praça central é coisa do ego, ela está pronta, com material de primeira há anos. Depois me contem como ficará. 
Gilson Balduino Borges:  Homenagens são  feitas em vida...
Emília Gonçalves:  Na minha "humilde opinião" deveria ele usar esse valor na Saúde, na limpeza da cidade e na manutenção das ruas, que convenhamos está uma vergonha! 
Humberto Andrade: As praças, não sei, mas na rotatória aqui perto de casa tem uns três  cavalos desfrutando do mato que toma conta dela. 
Cleiton Murilo Pereira: Já gastaram muito com essa praça...
Eduardo Bernardes Bertuluci: Eita povo que reclama de tudo, hein?!  Se já estão reformando a igreja (que virou basílica), que reformem a praça também, a praça, uai! A basílica vai atrair muitos turistas e nada é mais justo do que uma praça bem organizada e bonita para os turistas que vierem visitá-la!
João Batista Gonçalves: Gente, basta comprar a placa de REFORMA DA PRAÇA; fica bem mais barato, não precisa mexer em nada. Basta a placa.
André Luiz Palhares: Poderiam investir em câmeras de vigilância nas entradas da cidade e nas principais vias, como em outras cidades por exemplo. São necessários mais dispositivos de segurança em nossa cidade. Me lembro que essa foi uma promessa de campanha.
Amir Salomão Jacob:  Não queriam um empréstimo para fazerem o trevo? Obra estritamente necessária. Ora, pegue os 500 mil que vão desperdiçar na praça da basílica e façam o trevo... Aí vamos ter que bater palmas para a administração, por ser um trabalho justo e necessário. 
Gustavo Rodrigues:  Uma praça nova é prioridade! O resto da cidade está tudo ótimo,  né?! Tem mesmo que se empenhar em prover verba pra reforma de praça! Faltam menos de dois anos!
Maria Cerchi: A praça Nossa Senhora da Abadia não vê uma tinta de rodapé há anos! Por que mexer no que está pronto!?
Cleide Jeronimo: Por que não homenageia os vivos que estão precisando de atenção básica, saúde, educação, segurança, etc?.. Acredito que os espíritos das vítimas vão ficar muito mais felizes. 
José Walter Oliveira: Um país não vive sem memórias. O prefeito conseguiu esta verba e tem que ser aplicada e com certeza o centro da cidade ficará lindo, aliado á bela reforma da Basílica. 
Karine Alves Florêncio: É isso mesmo, faz um centro lindo para os turistas. Só não  os convidem pra conhecer o resto da cidade e também tomara que nenhum precise de atendimento médico... 
Zuleyka Schiffini: José Walter, seria ótimo termos não só um centro lindo, mas também os bairros e isso não acontece. Vejo varredores todos os dias varrendo o centro, enquanto nos bairros... Se é pra deixar lindo, que deixe toda a cidade e não só o miolo. 
Amir Salomão Jacob: Discordo plenamente, embora respeite, seu posicionamento José Walter, mas a verba foi solicitada para isso, que a tivesse pleiteado para outros fins mais carentes que uma reforma da praça central. E quantas vezes nós vimos a transferências de recursos de uma necessidade para outra? Não tem que ser exatamente na praça da Basílica ou em via pública. E fazer memória do fato mais lamentoso e triste vivido da história de Sacramento, é no mínimo, mal gosto e falta de respeito aos envolvidos. 
Vanusa Delfes: Me desculpem, não desejo ofendê-los, mas um Santo não precisa de praça bonita e sim de fieis que promovam a caridade, humildade, benevolência e amor ao próximo. Precisam de corações puros, que pensem nos mais necessitados e promovam um maior bem estar e saúde  para população que está carente de tantas coisas inclusive de amor e fé! Pelo que eu saiba, o Pe. Sergio que está correndo atrás do dinheiro da reforma da Basilica, não tem nada a ver com Prefeitura. A maior homenagem está no "joelho no chão!" clamando ao Senhor Sua Bênção e Misericórdia aos que se foram e pedindo também por aqueles que ainda estão conosco e continuam com sequelas daquilo tudo!
Maria Luiza B. Santana: A praça do centro está linda, já que é verba ganha para arrumar praça então vamos deixar a que está pronta e arrumar as duas do bairro chafariz, Maria Rosa, João XXIII, Skaff e outras mais. Pois, não é porque não são vistas por todos da cidade que merecem ficar desleixadas. Ali moram pessoas perto que merecem ter um lugar bonito e preservado para verem. 
José Walter: Genteeee, para com isto. A praça  de São Pedro em Roma é linda e sempre há reformas nela para dar maior comodidade aos visitantes. Basílica  de Nossa Senhora Aparecida está há 30 anos em reformas e ampliações e fez uma mega estrutura para receber os fiéis... 
Giovanne Fabrício Machado: Sou a favor da reforma de praça, sim! Do Memorial e da fonte caso venha a se concretizar. Enquanto as outras praças só precisam ser bem cuidadas desde que um determinado governo aniquilou com os zeladores...
Magno Silva: Eu já acho que a cidade tem outras prioridades e pra que reformar o que foi reformado no último mandato, primeiro termina o que já começou, vai cuidar da coleta de lixo e dos buracos na rua,  aliás tem um buraco na avenida Antônio Carlos que já está fazendo aniversário. 
Deonides Bonetti: Não sei o que está realmente nesse projeto do memorial, mas na minha opinião acho que é um sofrimento que vem se arrastando há quase 15 anos. Não sei o que os familiares que perderam entes queridos acham, será que algum deles foi consultado...? 
Camila Machado: Já estou igual a um amigo meu, rezando para o governo não fazer mais nada... que já é lucro... Vão destruir a praça que é nova e deixar sem terminar, igual aos canteiros. Vai vendo...