Jornal O Estado do Triângulo - Sacramento
Edição nº 1771 - 26 de Março de 2021

De olho na rede

Edição nº 1455 - 06 Março 2015

DIVISÓRIA NA CMS: POVO DE UM LADO LEGISLADORES DE OUTRO

Quem foi à Câmara na segunda-feira 2 deparou-se com a novidade: divisória de vidros entre a bancada legislativa e o público. Há quem diga que a divisória surpreendeu até vereadores. Mas o que se pode confirmar é a repercussão negativa que a obra causou nas redes sociais. A tal divisória só perde em comentários e curtidas para  os canteiros e a reforma da praça Getúlio Vargas, que ainda está rendendo e será matéria da próxima edição.

A dúvida que fica é se a Mesa Diretora da CMS voltará atrás como fez a da Câmara Federal, que revogou as passagens para cônjuges dos parlamentares. E o presidente Eduardo Cunha ainda justificou: “(...) É muito bom quando a gente faz uma atitude e pode ter a tranquilidade de vir e rever. Todos nós podemos ter uma convicção e depois constatar que essa convicção não teve a receptividade da opinião pública que nos permita mantê-la”.

Thiago Scalon: O que acharam das divisórias de vidro no salão onde ocorrem as sessões da Câmara?

Stéfany Souza: Fiquei o tempo todo na reunião tentando entender e me perguntando: "Por quê? Pra quê?". 

Maria José de Jesus: Quem teve essa ideia absurda?

Luiz Fernando: Afinal, pra que serve aquela cerquinha que o nosso nobre presidente da Câmara mandou fazer no meio do salão?

Danylo Gonçalves: Não queria tocar nesse assunto,  mas essas imagens me deixaram muito triste. Não é despeito, não é falta de respeito É simplesmente indignação. Nossa cidade é  acolhedora,  todos nós temos contatos diários, é um absurdo que separe o povo dos seus representantes. (...)  A Câmara Municipal é a casa do povo e esse ato precisa ser revisto, todos erramos basta enxergar o erro e corrigir, espero que essa divisória seja retirada, pois a população não coloca divisória quando vamos pedir votos. (...) Vamos aproximar a população do legislativo Se as legislaturas anteriores foram ruins,  vamos fazer melhor agora.  

Roberto Silva:  E falam que é a casa do povo. Separando o trigo do joio. 

Paulo Balbino Pereira: Povo? 'Só nos lembramos dele em período de eleição'!

Deonides Bonetti: Em época de campanha política, fazem de tudo: vão às casas, tomam café até em copo de extrato, sentam no meio fio da calçada, tomam guaraná e até comem pão sem manteiga e com cara boa, numa felicidade extrema, mas por quê? Precisam dos idiotas que somos nós, para se elegerem, depois do objetivo alcançado, pisam no eleitor, não têm o mínimo de respeito. É um absurdo, depois pedem para a população ir à Câmara para participar das reuniões... Que vergonha, deveriam também pedir para todos irem amordaçados. Lamentável...

Fernando Carrara: Deve ser o cercado para guardar as vaquinhas que vão doar para os produtores rurais! Que piada!

Amir Salomão Jacób: Dá pra escrever um livro sobre as reformas da Câmara Municipal nos últimos 12 anos...

Leslie Hueley Martins: É, sacramentanos, mesmo distante acompanho nossa querida cidade. Deveríamos participar mais das sessões pra saber o que fazem com nosso dinheiro. A cada nova eleição sempre fazem reforma na Câmara e onde precisa não fazem nada. 

Moisés Pansani Borges: Mais uma (perdoe o palavreado) c. desse povo da Sacramorta,..

Edson Gomes Matos: Atitude medieval!

José Walter Oliveira: Muito correto. Quem se fecha é porque está com medo ou não  tem as respostas que o povo espera.

Vanusa Delfes: Até parece que são melhores que nós, Nós que colocamos 'eles' ali! Vocês,  vereadores, não se sentem constrangidos? Envergonhados de se sentarem numa redoma de vidro como se fossem Deuses ou Reis? Indignada!!!

Maiko Palhares: E viva o auto-ego, viva o narcisismo. "Eu penso, logo executo, pois ninguém manda em mim!"

Walkiria Gomide: Pensam no povo apenas nas campanhas, depois querem distância!!!

Edson Santos: Esse governo quer é distância do povo, custe o que custar, seja como for. 

Analice Custório: Pra não dizer que não estão fazendo nada, aí ó... Fizeram... Ridículo!!! 

Freddy Cassemiro: Aproveita e tranca 'eles' lá dentro...

André Araújo: É um absurdo a verba que a câmara municipal dispõe todo ano, é uma mordomia sem necessidade para uma cidade como Sacramento. O que já se gastou com essa Câmara em reformas, dava para construir pelo menos umas 100 casas populares. Mas a população não faz nada, não se manifesta...

Carla Machado: A casa que se diz do povo, está cada vez ficando mais distante do povo! Por quê???

Beto Scalon: Podemos esperar de tudo, acredito que seja para mostrar "transparência" nesses 22 últimos meses como vereador. O vidro é transparente!...

Anderson Fornazier Santana: Acredito que seja o maior feito que esse presidente virá a fazer em seu mandato. Vergonha!

Luciana Alves Batista: Sacramento ainda vive na monarquia, tem medo de ir para rua fazer valer o que é certo. Nosso dinheiro é suado, mas todo mundo aceita esses desmandos. "Se contrariarem o rei, suas cabeças serão cortadas!" Não adianta ir uma minoria. Sacramento não tem só dez ou vinte moradores descontentes, mas a maioria aceita passivamente, tem medo não sei de quê?

Madalena Silva: Com certeza é para não levar pedradas, mas fica lembrado: quem tem telhado de vidro não joga pedras em ninguém. 

Júlio Ranuzi: Essa divisória é pra resguardar  nossos nem tão idôneos representantes. Cabe à população ser recíproca a essa atitude hostil e tratar esses senhores com a mesma indiferença. Quem precisa de proteção é o povo...

Deonides Bonetti:  Reconhecer do erro é uma grande virtude, e maior ainda é voltar e consertar, o que por ventura tenha sido feito equivocado, a humildade é um ponto alto de qualquer cidadão...

Arimondes Leandro de Oliveira: Está aí o respeito que os vereadores têm com o povo. 

 

Zuleyka Schiffini: Ano que vem as coisas mudam. Eu só peço a eles que não batam em minha porta e instruam seus cabos eleitorais para não encherem nossas casas com aquela papelada inútil. Se jogar minha varanda vou juntar tudo e devolver na casa de cada um...

 

OLHA A MINHA RUA...

Val Marques: Gostaria mostrar a situação da nossa rua.

Já fomos varias vezes atrás dos responsáveis e nenhuma medida foi tomada. Aqui não passa agente de saúde, não passa  vigilância, não passa quase nada com essa sujeira,  só passa o SAAE e Cemig e com certeza o imposto IPTU. Por favor Srs. tomem providências. Isso é Sacramento, isso é Brasil e isso é corrupção. (Pronto falei)

Cleiton Murilo Pereira: Esses terrenos têm  tem dono ou são  da prefeitura?

Val Marques: A Rua e o passeio são  da prefeitura ou não?

Cleiton Murilo Pereira: Sim,  a prefeitura tem que fazer a limpeza nas ruas e passeios , e mandar os donos limpar seus terreno, porque o mato aí está  feio. 

 

Luís Antonio Costa: Desculpe pessoal, mas aqui no nosso bairro a situação está bem desgovernada, não sei o que pensam. Eles compram terrenos pra guardar $ e alguns nunca se quer jogam mata mato ou capinam e  quem compra suas casas ao lado são os que sofrem com insetos, roedores e cobras e ainda vêm uns mal educados e jogam entulhos pra piorar. Será que nessa prefeitura não tem alguém que possa fiscalizar isso não?