Jornal O Estado do Triângulo - Sacramento
Edição nº 1771 - 26 de Março de 2021

De olho na rede

Edição nº 1461 - 17 Abril 2015

EMATER NA CMS

Thiago Scalon:  Para cada real investido pela prefeitura na EMATER em seus serviços, são revertidos R$39,10 ao município. Há uma grande possibilidade de perdermos um dos servidores, já que estão cortando o investimento, o que inviabiliza sua manutenção no município pelo órgão. Por que cortar um investimento sustentável e que, sobretudo, dá resultados?

Danilo Padovani: Não precisam, em nenhuma hora do dia, do produtor. Por isso, estão desinvestindo na Emater.

Beto Scalon: (...) Que coisa esquisita! Me formei técnico em Agropecuária em 1984,  aqui em Sacramento e fiz estágio em Araxá. Ou seja, faz 31 anos que eu vejo a necessidade de aprimorar a agropecuária no município. Naquela época, já existia a Emater aqui em Sacramento, que dava suporte. Desisti da profissão, porque além de já ter a minha, procurei emprego com os grandes fazendeiros da época, que até hoje têm suas propriedades repletas de cana arrendada e, pelo que vejo, com dificuldades de receber o arrendamento. Ou seja, olhem hoje, 31 anos após me formar, uso apenas os meus conhecimentos em minhas pequenas propriedades e o que seria uma contribuição do município, nesse sentido técnico, vemos isso aí. Pelo amor de Deus, gente...

João Jarnaldo Araújo: Temos de tomar tento acerca do potencial expressivo de nossa comunidade agrícola, donde o empreendedorismo rural deveria receber por parte dos órgãos públicos, o maior carinho e ser fomentado à altura do potencial imenso que temos, observando-se que, quem é maior tem de ser melhor! 

Sacramento desponta no cenário nacional de maneira surpreendente! Tem aproximadamente 3000 propriedades rurais, cadastradas no Incra! Somos o 26º lugar em relação ao PIB agropecuário a nível de Brasil; o 12º colocado na economia agrícola rural do Estado;  1º lugar no Estado na produção de batatas;  de 6º a 8º lugar na produção de soja e milho; vastas florestas; produção de energia fenomenal; inúmeras cachoeiras; terras férteis; água em abundância; um manancial paisagístico de dar inveja a qualquer um; somos todos roceiros e com vocação construtivista para o campo bombar! 

Cabe-nos perguntar e a feira livre? Poderemos minimizar e muito a questão da saúde, fazendo diminuir as intervenções e ocorrências neste campo desafogando o SUS, com alimentação orgânica e a baixo custo e ao mesmo tempo valorar a força de trabalho esplêndida de nossa gente que não tem medo do trabalho! 

Importarmos de outras searas aproximadamente 100.000 Kg de frutas e verduras semanalmente. É alerta decisivo e forte, para mostrar que algo está errado! Vamos plantar, vamos multiplicar valorando o pequeno agricultor, colocando-o em posição privilegiada! Temos de pegar juntos usando prá valer a inspiração e a transpiração, para darmos mostra e copiar o lema de Sebastião de Paula Rezende, proprietário da competente, Trans Luandri, que trazia em seu primeiro caminhão "cara chata”, a frase ufanista: " Não pense em crise, trabalhe"! Temos de pensar juntos a dinâmica organizacional do Município de Sacramento e mostrar pra valer o nosso valor e a hora é agora de fazer despertar este gigante e mostrarmos que somos gente que faz! É pegar ou largar! Bora lá, que agarrando juntos a coisa vai!

 

Luiz Fernando Oliveira: O pequeno produtor rural mais uma vez toma uma porretada da administração. Já vimos este filme outra vez e mais uma vez quem fica na pior são os pequenos produtores. Acorda, Sacramento! E o progresso,  a tecnologia onde ficam com mais esta?

 

CAMINHADA CONTRA A CORRUPÇÃO

Zêina Veranilce Borges Oliveira Mariano: Ainda bem que os Maçons honraram a terrinha. Acredito que todos os cidadãos sacramentanos devem estar bem felizes com a atual situação política e econômica do Brasil para não participar da manifestação de protesto tão divulgada nas redes sociais. É por isso que o dito popular, "o povo tem o governo que merece", é verdadeiro!

Maiko Palhares: Parabéns a todos os que compareceram, aos que fizeram frente. Sacramentano é uma cidade que não irá evoluir tão cedo, o povo acostumou a ser submisso...

Vidraçaria Central Sacramento:  Na atual situação, vai ser somente através da manifestação popular que poderemos mudar nosso país. Manifestações como essas estão de parabéns e tem todo o nosso apoio. Muda, Brasil!

 

Daniel Borges Crema: Parabéns aos maçons e ao seu manifesto, organizado, apartidário e com foco na corrupção. Aproveito para destacar um questionamento interessante: O fim da corrupção, como ? Transformar corrupção em crime hediondo? Seria interessante, também, que as manifestações, além de reivindicarem, “o que queremos”, especifiquem também, “como” queremos.

 

AH, SACRAMENTO QUERIDA...

Fazendo sucesso nas redes sociais um vídeo  da Sacramento dos anos 60 inicio de 70, de Roberto Gribel com a música Madrugada “Música composta por mim em 1967 durante o período que morei nessa fantástica cidade chamada Sacramento, em Minas Gerais”.  Diz a letra: “É madrugada, eu na cidade em plena rua/no céu negro uma pequena lua/mil estelas a brilhar./O vento forte bate agora no meu peito/vento leva, eu dou um jeito/meu coração a outro lugar./ Vem, vem, vem, eu espero por você/ que louco sou./ Vem, vem, vem,  eu te peço/ não tenho nada/mas eu tudo lhe dou./O sol agora brota só, triste, vazio/meu coração é um sol,  é um rio/ de lagrimas a derramar./ Eu procurei o seu amor na madrugada,/mas eu não achei mais nada/ vou me embora,  eu nada sou./ Vem, vem...”. (www.youtube.com/watch?v=sXoxbMECmY0). O vídeo foi compartilhado por inúmeras pessoas no facebook.

Roberto Gribel:  Vivi em Sacramento de 1966 até 1972, os melhores anos de minha adolescência. Se não fosse carioca, com certeza seria sacramentano.  

Nancy Maria Loiola: Robertinho, com sua licença, compartilhei esse lindo e emocionante vídeo. Realmente, é um resgate de uma história que foi muito legal e, que deixou saudade... Esta canção já é um clássico!

 

Inês Crema: Que lindo, Robertinho !!! Adorei o vídeo e vou lá no you tube  pra ver e ouvir mais ... Você precisa levá-la lá pra conhecerem . Não  tenha dúvida,  você é o carioca mais sacramentano que conhecemos !!!