Jornal O Estado do Triângulo - Sacramento
Edição nº 1771 - 26 de Março de 2021

Cidade ganha 620 mudas de árvores

Edição nº 1464 - 08 Maio 2015

Iniciada em 2013, a arborização da cidade vem recuperando as áreas verdes degradadas ao longo dos anos na cidade. De acordo com o secretário Maurício Marques Scalon, 20 logradouros  públicos tiveram seus espaços recuperados com o plantio em torno de 620 mudas.

“- Esse trabalho em longo prazo e sem fim irá contribuir para um clima agradável na cidade. Vamos realizando as atividades de forma contínua dentro de nossas limitações, para que possamos contribuir com a arborização da cidade para que no futuro nossos descendentes usufruam de uma cidade muito mais verde e agradável”, justifica o secretário. 

Já o diretor geral da Secretária, Oscar Justino, destaca que “toda realização para o bem, só dá fruto se for construída com parcerias e em trabalho conjunto. Portanto, é assim que todo o plantio de muda acontece em Sacramento, tendo como principal parceiro, o cidadão! Ele que nos auxilia no cuidado e protege as mudas. Afinal é na praça do seu bairro, ou na sua rua que realizamos o trabalho”. 

Segundo a Secretaria, todo morador de Sacramento que queira plantar sua muda através de doação da Secretaria de Meio Ambiente, é só entrar em contato com o órgão, no período da tarde. (Fonte: ComunicaçãoPMS/Redação ET)

VOCÊ SABIA

Que os primeiros governos da cidade eram muito mais conscientes em relação a qualidade de vida, à preservação do verde e ao cuidado com a ecologia do que os governos atuais, mesmo diante de tantos apelos e denúncias feitas sobre o aquecimento global? Pois é, veja alguns exemplos em Sacramento em relação à inexplicável destruição de praças públicas ao longo das últimas décadas, sem comentar o asfaltamento de várias ruas no centro e bairros, antes calçadas com paralelepípedos.

Praça Francklim Vieira (Perpétuo Socorro): Construção da Igreja Na. Sra. do Perpétuo Socorro.

Praça Cgo. Hermógenes (centro): Destruída para a construção da Rodoviária da cidade.

Praça Mons. Saul Amaral (centro): Construção de duas obras: Ginásio Poliesportivo Marquezinho e EM Maria Crema, hoje Centro Administrativo.

Praça Idalides Milan: Duas intervenções, a primeira tomou a metade da praça, onde existia uma belíssima gameleira, para a construção da EM Maria Crema, transformada na UBS Aracy Pavanelli e, agora, o restante da praça foi tomado para ampliação da UBS.

Praça do Jardim Alvorada: Construção do Centro do Idoso

Outro exemplo da falta de zelo pela qualidade de vida e preservação do meio ambiente está na abertura dos novos loteamentos com terrenos de 200 m² de área (10 x 20 m) enquanto os primeiros eram abertos com lotes de 360 m² (12 x 30 m); ruas e passeios bem mais largos, permitindo muito mais espaço para o tráfego humano e veicular.