Jornal O Estado do Triângulo - Sacramento
Edição nº 1771 - 26 de Março de 2021

Odair José vai inaugurar sua nova loja, De Colores

Edição nº 1432 - 19 Setembro 2014

A loja, Decolores Tintas, do empresário Odair José Cândido, 41, instalada na cidade há três anos, inaugura nesta próxima semana, 27, suas dependências próprias em novo e moderno prédio localizado na rua Dr. Clemente Araújo.  Em minúsculo espaço, com o crescimento dos negócios e ótimas vendas, Odair apostou na inovação para sair do aluguel, ampliar ainda mais seu mix de produtos com o objetivo de oferecer aos clientes um maior e melhor espaço.

Nessa empreitada, Odair é sinônimo de coragem, perseverança e muita fé. Sacramentano, filho de Pedro Atanásio Cândido, o 'seu' Pedro do Seminário, e de Francisca Aparecida, pais de quatro filhos. Odair formou-se em Técnico de Contabilidade e em Gestão de Negócios, começou cedo no trabalho, sempre atrás de um balcão de açougue, supermercado e casas de materiais de construção, sempre nutrindo o sonho de ter o seu comércio próprio. 

E, de repente, decidiu abrir  a Decolores. Aliás, “de repente, não – corrige – na verdade foi uma virtude, uma bênção de Deus, por isso o nome Decolores. Eu fui fazer o Cursilho de Cristandade em Uberaba   e lá, naquele movimento todo, me despertei e me inspirei para abrir a loja. De volta à cidade, falei com a mulher e ela, como sempre deu todo apoio”. 

 

Inspiração nasceu durante Cursilho

E no dia 1º de agosto de 2011, Odair abriu a Decolores. O capital?  O valor de um carro usado, R$ 13 mil, que pôs à venda. “Vendi um carrinho, peguei os troquinhos que  tinha, comprei a mercadoria. Eu tinha a moto, aí comprei uma carretinha, que passou a ser nosso veículo de entregas. Contratei o Diego e abrimos a loja”, conta, no seu jeito sempre peculiar de levar a conversa à frente.  

Odair iniciou o pequeno empreendimento como proprietário, vendedor e entregador de tintas na carretinha. Menor de idade, Diego não podia pilotar a moto. E foi assim os dois primeiros anos. Com um carisma peculiar, dono de uma carteira de clientes muito grande, conquistada pela simpática acolhida que sempre ofereceu aos seus fregueses, a Decolores Tinta decolou logo. “No começo eu me virei sozinho, vendia e entregava, se não não vingava. E, na graça de Deus os clientes foram chegando...”, agradece.

E, de repente, o espaço ficou pequeno. 

 O jeito era buscar um local maior ou investir na própria sede. Odair decidiu então financiar a obra desde o terreno e, agora, depois de um ano de espera,  está concretizando mais um sonho. 

“- Todos devemos procurar melhorar, não é questão de luxo, mas aqui não cabe mais. A nova loja está dentro dos padrões exigidos, desde os banheiros masculino e feminino com acessibilidade, cozinha, refeitório, um  hall de vendas de 350 m² e depósito. Pretendemos  ampliar os negócios, mas com os pés no chão, como sempre pautei minha vida e meus negócios”. O carro chefe da Decolores são as principais tintas do mercado, Coral, Suvinil, Futura e Anjo, além de outras, e instrumento e peças  para toda linha de pinturas

Confessando-se realizado e agradecido a todos que o ajudaram, atribui todo o mérito a Deus.  “Tudo é por Ele e, a cada etapa vencida,  boto a mão na foto do papai (num quadro na parede) e falo pra ele, 'mais uma' e sei que ele está feliz. Devo tudo a ele, que nos ensinou a importância do trabalho, a  honestidade, a responsabilidade, o respeito pelos outros e, graças a Deus mais uma etapa vencida”. 

Hoje, a Decolores gera três empregos, Diego e Joel em período integral e  Raquel, meio período.  Funcionário da loja há dois anos, Joel José Pimentel, 21,  elogia o dinamismo do patrão. “Aqui pegamos todos juntos e acreditamos que vamos crescer”. O primeiro funcionário da loja,  Diego Eurípedes de Paula, que vai completar 19 anos,  é o braço direito de Odair e conta que começou um dia antes da abertura da loja. “Eu tinha 17 anos e ajudei a organizar a loja pra inauguração e agora vamos para a nova loja, muito bom, e vamos continuar juntos, se Deus quiser”, afirma e Odair emenda “o que vier de bom será para todos nós, podem ter certeza”. 

Além de um empresário batalhador, Odair e a esposa Sílvia, pais de três filhos, são pessoas engajadas nos  serviços religiosos e sociais. É, digamos um homem de fé, e vai inaugurar as novas instalações da loja no dia 27 de setembro, por uma simples razão, conforme confessa: “Sou fã nº 1 dele, sou vicentino e graças a Deus e a intercessão de São Vicente, as coisas vêm”, afirma, convicto.

 

O termo, "De Colores", literalmente, significa "estado de graça" é o título de uma canção de origem espanhola, tradicional e de autoria desconhecida, cuja letra contempla as belezas da natureza e da criação.