Jornal O Estado do Triângulo - Sacramento
Edição nº 1771 - 26 de Março de 2021

Inaugurada a Escola Técnica

Edição nº 1445 - 24 Dezembro 2014

O deputado federal Nárcio Rodrigues da Silveira, o político que mais obras e benefícios trouxe para a cidade, esteve em Sacramento na manhã da última sexta-feira 10 para o seu último compromisso parlamentar, a inauguração da Escola Técnica Profissionalizante. Acompanhando a secretária de Estado da Educação, Ana Lúcia Gazolla; prefeito Bruno Scalon Cordeiro; secretário de Estado Ciência e Tecnologia, Vicente  José Gamarano e diretor da SRE, Prof. Eduardo Calegari (foto abaixo) descerrou a placa daquele centro educacional que vai atender 1.200 alunos. A obra custou aos cofres públicos cerca de R$ 10 milhões de reais. Os recursos repassados pela união somam quase R$ 9 milhões (R$ 7.128.803,20 para a construção da obra física e mais R$ 1,7 milhão, para a aquisição do mobiliário e equipamentos previstos); a contrapartida do Estado foi no valor de R$ 779.881,08, porém a manutenção e o pagamento dos salários de seus servidores será de sua responsabilidade. O município também entrou com um aporte financeiro, a doação do terreno no valor de R$ 400 mil, no início da obra, em junho de 2012, na gestão do ex-prefeito Wesley Baguá; e as obras que estão sendo construídas na gestão do atual prefeito Bruno Cordeiro para o acesso rodoviário e infraestrutura de iluminação no entorno da escola, no valor também de R$ 400 mil,  segundo ambos revelaram em entrevista ao ET. A Escola de Ensino Médio e Técnico de Sacramento é a primeira das 15 em construção no Estado a ser inaugurada. O estabelecimento tem capacidade para atender 1.200 alunos em diversos cursos e compõe-se se de 12 salas de aula de 57 m²; seis laboratórios (Línguas, Informática, Biologia, Física Matemática e Química) e dois laboratórios especiais para maquinaria com área de 240 m² cada um),  quadra poliesportiva oficial, galpão,  cozinha e dispensa, salas da administração e professores, biblioteca e um auditório para 150 pessoas assentadas. De acordo com a secretária Ana Lúcia Gazola, a escola entrará em funcionamento no  segundo semestre de 2015 e três cursos técnicos já estão previstos: Química, Agropecuária e Meio Ambiente. 

 

A Escola será referência para o  Estado”, diz secretária Ana Gazzola

A secretária Ana Lúcia Gazzola, em entrevista ao ET, muito simpática e brincalhona  como  sempre, estava duplamente feliz. Primeiro,  pelos bons resultados do Estado no Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), mostrando que Minas Gerais tem a melhor educação fundamental do Brasil, liderando o ranking entre os estados brasileiros no ensino fundamental, tanto para os anos iniciais (1º ao 5º ano), quanto para os finais (6º ao 9º ano); segundo, pela inauguração da primeira Escola do Programa Brasil Profissionalizado, do Governo Federal, em parceria com o estado e o município.

“- Estamos concluindo um ano letivo, que também marca o término de um ciclo, iniciado em janeiro de 2011 e que se encerrará no dia 31 de dezembro de 2014. Este ano foi muito especial para todos nós. Foram muitas as conquistas. Sinto imenso orgulho de ser parte disso, e de alguma forma ter contribuído, como milhares de outros e de outras, para essa construção, uma das mais de 2 mil obras entregues pela Secretaria. Tenho uma certeza: sedimentamos a fundação do futuro”, afirmou, agradecendo de forma veemente aos gestores envolvidos em todo o processo para que a escola se tornasse realidade.

Para o prefeito Bruno Cordeiro, a data foi um dia ‘‘emblemático’’ para Sacramento. “Estamos  entregando à cidade e à região  a primeira Escola de Ensino Médio Técnico Integrado do Estado, isso graças aos esforços e a união dos governos federal, estadual e municipal. Existem esforços coletivos engendrados para a edificação dessa obra, portanto,  com  a união de esforços nós contemplamos e entregamos à  sociedade essa importante obra, que será um marco para a cidade”, frisou, destacando o excelente desempenho do ensino fundamental do município nas provas do Ideb. 

 

O secretário Vicente  José Gamarano, lembrando a proximidade do Natal, afirmou que, “Sacramento está ganhando um presente, e ganhar uma escola dessa envergadura é um presente que a cidade merece. E essa escola só aconteceu porque teve pessoas visionárias como o deputado Nárcio. E Sacramento merece este presente e digo mais, que só teremos uma sociedade transformada tendo por base a educação e a educação no seu sentido mais amplo”. 

 

“Obrigado Sacramento, por nunca ter me faltado”, agradece deputado Nárcio

O deputado federal Nárcio Rodrigues da Silveira, que encerra no dia 31, a sua quinta legislatura, com um saldo positivo de obras jamais visto na história do município, agradeceu em discurso todo o apoio que teve  da cidade nos seus cinco mandatos e destacou o empenho de cada um para a consolidação da escola.

“No momento  em que houve a decisão da secretária Ana Lúcia de abraçar este programa, liguei para o Baguá e quatro outros prefeitos, mas só dois conseguiriam chegar, ao final daquele processo de 2010, vencendo a burocracia do MEC e um deles foi Baguá.  E tenho certeza em afirmar que essa escola será um divisor de águas em Sacramento, porque nós, de cidades como Sacramento, Frutal, que é a minha terra, cansamos de exportar jovens para outras cidades, mas o que queremos é vê-los formados aqui. Então, a Escola Técnica Profissionalizante dá um outro status ao município, que vai atender às cidades  vizinhas”, destacou, agradecendo: 

 

“- Portanto, hoje é um dia, para mim, de muito agradecimento, ao governo federal, ao  estado e ao município. E o  maior presente que a cidade ganha é a manutenção da escola pelo estado.  Não haverá ônus para o município, este é,  talvez,  o grande ganho desse programa que hoje se materializa aqui”. 

 

Baguá recorda os primeiros passos para o município ganhar a Escola

O ex-prefeito Wesley De Santi de Melo, em entrevista ao ET,  se declarou muito feliz com a finalização da obra. “É um orgulho poder estar aqui neste momento e ver  obra concretizada”, afirmou, lembrando o esforço feito para vencer todos os trâmites exigidos pelo MEC, a ponto de assinar o convênio a apenas  três horas antes de vencer o prazo, conforme relata: 

“- Quando o Nárcio nos comunicou sobre a obra que conseguiu, tínhamos exatos 30 dias para aprontar toda a documentação. E, de fato, enviamos tudo dentro do prazo. Três dias antes de vencer o prazo, liguei para o prefeito de Tupaciguara, que me informou que já havia assinado o convênio. Liguei no FNDE e eles disseram que a escola não sairia para Sacramento, porque faltava uma cláusula de reversão. Fui parar em Belo Horizonte, me informei dos detalhes, liguei para o Jurídico, que providenciou a documentação para ser aprovada pela Câmara. O então presidente, José Maria, convocou uma reunião extraordinária, registramos o documento em BH e três horas antes do prazo entramos com a documentação, e a escola foi aprovada. Então, esta Escola tem muito da participação da Câmara, também”, reconheceu. 

 

O superintendente da 39ª SRE, Eduardo Callegari, que acompanhou a entrevista com Baguá e Jose Maria, ressalta:  “De fato, uma obra dessas só se realiza com a união de esforços e cada peça é importante”. O Diretor Callegari, com cargo há dois anos e meio, encerra o mandato no dia 31, com uma boa avaliação. “Saio com a certeza do dever cumprido e com muita alegria por ver na nossa superintendência uma obra dessa envergadura, que é o sonho de qualquer cidade”.