Jornal O Estado do Triângulo - Sacramento
Edição nº 1748 - 09 de Outubro de 2020

Eleitos são diplomados

Edição nº 1341 - 21 Dezembro 2012

Os políticos eleitos, prefeito Bruno Scalon Cordeiro (PSD), o vice-prefeito Geraldo Magela Carvalho (PT),  e vereadores  Cleber Rosa da Cunha (PRB);  José Maria Sobrinho (PSD); Leandro Roberto de Araújo (Leandro Desemboque), (PSDB);  Luiz Alberto da Silva,  (PSDC); Márcio Luiz de Freitas (Marzola), (PSDB); Matheus de Paula Pereira, (PR); Matheus Fonseca Bizinoto, (PMDB);  Pedro Teodoro Rodrigues Rezende (Dr. Pedro), (PV) e Rafael Scalon Cordeiro, (PSDC)  foram diplomados na sexta-feira, dia 14, em solenidade presidida pela juíza eleitoral, Roberta Rocha Fonseca. 

  • Com a  diplomação, os eleitos tornam-se aptos para tomar posse do cargo para o qual foram democraticamente escolhidos. A diplomação marca também o fim do  prazo  para que sejam ajuizadas ações contra o candidato no âmbito da Justiça Eleitoral.
  • Foram diplomados também 14 suplentes, os três mais votados de cada coligação: Carlos Henrique de Oliveira, Cristiano Freitas Arantes, Constantino Marques de Oliveira, Alex Vinício Bovi, José Américo de Oliveira e Marcelino Marra Batista, Carlos Antônio Rodrigues, Gregório Pereira Pinheiro, Marcos Ricardo de Souza, Danylo Gonçalves da Silva, Walmor Júlio Silva, Henrique Spirandelli de Andrade, Luiz Antônio Sinhorelli e Osmar Garcia de Rezende. Quem não compareceu para receber o diploma, deverá recebê-lo no Cartório Eleitoral. 
  • Prefeito e vice tomam posse no dia 1º de janeiro e assumem os cargos no dia seguinte, 2 de janeiro; já os membros do Poder Legislativo também tomam posse dia 1º e entram em recesso até a primeira segunda-feira de fevereiro. 

 

 

 

Paras juíza o momento é de reflexão

 

 

A juíza Eleitoral Roberta Rocha Fonseca, no seu discurso, destacou  que na zona eleitoral de Sacramento , mais de uma centena de processos foram submetidos a julgamento durante o pleito eleitoral e, que apenas duas decisões tiveram reparo superior.  “Não quero, a partir destes dados, envaidecer-me do trabalho desenvolvido, mas dividir com os senhores os louros da democracia”, disse, afirmando que “a diplomação é um momento, sobretudo de reflexão, por acreditar ser  a eleição direta a manifestação mais democrática existente no Brasil”.

Dirigindo-se aos eleitos, lembrando-lhes os compromissos, frisou: “... agora mais que nunca, é preciso inserir o projeto pessoal em um contexto social mais amplo. O conhecimento do qual cada um se apossou ao longo da vida e pôde ser lapidado durante os exaustivos 90 dias de campanha deve reverter, de alguma maneira, pra a melhoria das relações travadas na sociedade em que vivemos (...) com honradez e dignidade; que o compromisso  seja com a verdade e não com a mistificação (...) e não utilizem o poder para a consumação de resultados reprováveis que violem suas consciências. 

O presidente da Câmara, José Maria Sobrinho, parabenizou a Justiça Eleitoral pela condução dos trabalhos no processo  que encerrou com a diplomação dos eleitos. “O Poder Legislativo deixa aqui o seu reconhecimento ao trabalho dos membros da  Justiça Eleitoral e polícias militar e civil e,  aos eleitos que doravante se preparam para assumir os destinos de Sacramento”. 

O promotor José do Egyto também destacou o bom trabalho desenvolvido na cidade nas últimas eleições, parabenizou todos, inclusive a população e lembrou aos eleitos de sua responsabilidade nos cargos que ocuparão a partir de 1º de janeiro. “Os senhores hoje estão aqui aptos para trabalhar para o povo, em nome do povo, respeitando aqueles que lhe deram este poder, trabalhando com ações efetivamente propostas”, ressaltou.

 O prefeito eleito Bruno Scalon Cordeiro, no seu discurso, depois de reconhecer a “justeza do trabalho da justiça na condução do processo eleitoral”, destacou:

 “- É um dia muito feliz para todos nós, porque fomos aclamados, diplomados. Como bem  lembrou a juiz, as urnas não falham, as urnas não erram. (...) Hoje, ao concluir este processo eleitoral é com alegria, com satisfação que o fazemos, porque nós já estamos nos preparando para o governo dos próximos anos. Hoje concluímos o planejamento estratégicos para que nos primeiros cem dias a partir da posse, possamos acudir as primeiras ações do município”, disse e reafirmou: 

“- Com certeza, como disse na minha campanha, teremos um governo da modernidade, um governo planejado, um governo de colheitas fartas e ações sociais, políticas e que venham realmente atender  aos anseios e às necessidades da população”.