Jornal O Estado do Triângulo - Sacramento
Edição nº1733 - 26 de Junho de 2020

PT mineiro elege presidente em 2º turno

Edição nº 1183 - 11 Dezembro 2009

O Partido dos Trabalhadores - PT, em Minas Gerias, viveu o último domingo de eleições em segundo turno para a escolha do novo presidente do partido, que conduzirá no estado o processo eleitoral em 2010, com dois pré-candidatos, Fernando Pimentel e Patrus Ananias, que apoiam cada um o seu candidato à presidência do partido em Minas: Reginaldo Lopes e Gleber Naime, respectivamente. 

No PT local, Gleber venceu a eleição com 75% dos votos, em processo eleitoral supervisionado por dois fiscais que vieram de BH com essa finalidade: Fabrício Souza Alves e Fabrício César de Jesus Coelho.

Mas a apuração no estado deu confusão. Perdendo por 10% de difernça, o candidato Gleber, apoiado por Patrus Ananias, denunciou ao PT nacional irregularidade na eleição. A apuração foi suspensa na terça-feira, quando o atual presidente Reginaldo Lopes, obtinha 55,5% dos votos, contra 44,5% dados a Gleber Naime, apoiado pelo PT de Sacramento.

“ - Optamos por apoiar o Gleber Naime, por Reginaldo ser o atual presidente e não ter correspondido aos anseios do partido”, justificou o atual presidente, recém eleito, Oscar Justino Alves, informando que o PT local tem hoje 174 filiados.

Até o fechamento desta edição, a apuração não tinha sido retomada em Belo Horizonte, o que distancia ainda mais os pré-candidatos ao governo de Minas, Fernando Pimental e Patrus Ananias, na vaga deixada pelo atual governador, Aécio Neves.


Oscar Alves quer resgatar e fortalecer o PT 

 

Eleito em 22 de novembro, o novo presidente do PT local, Oscar Justino Alves tem muito trabalho pela frente para se adaptar às novas regras instituídas pelo partido. Na certeza de resgatar e fortalecer o partido na cidade, Oscar falou ao ET sobre as novas atribuições do presidente. “Agora é o presidente que escolhe a Executiva, ainda não pensei em nomes ainda. Estou analisando, porque temos bons nomes, mas o nosso objetivo é renascer, resgatar o PT local, porque temos consciência de que em nível estadual e municipal, o PT está desarticulado”, analisou.

Para Oscar, a situação no estado é mais complicada por conta da sucessão do diretório em Minas Gerais. “Há dois grupos, o do Reginaldo, que está com Fernando Pimentel, e o do Gleber Naime, que defende o nome de Patrus Ananias”, disse, revelando que o PT local está mais favorável a Gleber que, segundo o resultado já divulgado, perdeu a eleição. 

O novo presidente tem intenção, além de reestruturar o partido na cidade, buscando mais filiados, quer também mostrar uma oposição ao governo do prefeito Wesley De Santi, muito séria, baseada em dados, o que é bom para o prefeito, queremos fazer uma oposição coerente com nossos princípios, não com revanchismos ou politicagens”, disse. 

 

Mas a grande meta de Oscar é fortalecer o partido. “Temos que fortalecer o partido em Sacramento, buscar novos filiados, temos percebido que o nosso grupo está bastante envelhecido. Vamos fazer cursos de formação, trazer as pessoas para o nosso lado, mostrar-lhes o que é o partido e se elas tiverem o desejo de filiar no partido estamos de portas abertas. Essa é a nossa principal meta”, explicou.