Jornal O Estado do Triângulo - Sacramento
Edição nº 1771 - 26 de Março de 2021

Agropecuária responde por 33,6% das exportações totais do estado

Edição nº 1735 - 10 de Julho de 2020

No dia 7 de julho é comemorado o Dia do Produtor Rural Mineiro que, conforme dados da Emater, são 1,8 milhão de pessoas ocupadas no campo, que fazem Minas ser líder nacional na produção de café, leite, batata, morango e alho.

Minas Gerais concentra 607,5 mil estabelecimentos agropecuários, quase 12% do total do país, de acordo com o último censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O estado ainda ocupa o segundo lugar na produção de laranja e feijão, e o terceiro em cana-de-açúcar, abacaxi, cebola e banana e o trabalho do produtor rural tem grande peso na economia. Segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Esalq/USP, o Produto Interno Bruto (PIB) do negócio agropecuário mineiro cresceu 5,12% no ano passado e representa 36% do PIB estadual.

O diretor-presidente da Emater-MG, Gustavo Laterza, lembra que as atividades desenvolvidas pelo produtor rural são os pilares de centenas de municípios mineiros. “Temos no setor agropecuário nossa identidade e tradição, além de ser o principal propulsor social e econômico para a maioria dos municípios. As atividades rurais geram renda e ocupação, além de garantirem o abastecimento de alimentos para a sociedade”, afirma.

De acordo com Lacerda, a importância do trabalho dos produtores rurais para a população ficou evidente durante a pandemia. “A produção no meio rural não parou. O trabalho no campo garante o abastecimento em todo o estado, com oferta regular de alimentos nos supermercados, sacolões e centros de distribuição. Além disso, em muitos locais onde o funcionamento de feiras foi suspenso, os agricultores se adaptaram à nova realidade. Em todo o estado, há iniciativas de vendas on-line que não deixam que os produtos faltem à mesa do consumidor.  

Além do abastecimento no mercado interno, o negócio agropecuário mineiro também teve força suficiente para assegurar o aumento das exportações. Somente nos primeiros cinco meses de 2020, as vendas do setor para o mercado internacional somaram US$ 3,45 bilhões, um crescimento de 6,3% em relação ao mesmo período do ano passado. 

A agropecuária respondeu por 33,6% das exportações totais do estado, entre janeiro e maio. Os destaques nas vendas foram o café, produtos do complexo soja (farelo, grão, óleo) e carnes.

Agricultura familiar

A agricultura familiar tem também papel relevante em Minas Gerais. O último Censo Agropecuário do IBGE mostrou que esse segmento representa 73% dos estabelecimentos agropecuários do estado, que conta com as orientações e apoio da Emater, que está presente em 93% dos municípios mineiros e atende 390 mil produtores rurais.