Jornal O Estado do Triângulo - Sacramento
Edição nº 1777 - 07 de Maio de 2021

País tem quase 100% de bovinos vacinados contra febre aftosa

Edição nº 1664 - 1 de Março de 2019

A segunda etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa, realizada em novembro, imunizou 98,50%  dos 96,31 milhões de bovinos e búfalos previstos para serem vacinados no país,  segundo dados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). A maior parte dos estados vacinou animais com idade de até 24 meses. As exceções foram o Acre, Amapá, Espírito Santo e Paraná, que vacinaram animais de todas as idades, de acordo com dados informados pelo Departamento de Saúde Animal e Insumos Pecuários. Minas Gerais vacinou 97,67% dos 23.381.344 animais.

O município de Sacramento atingiu uma cobertura vacinal ainda maior, 99,57%,  com um total de 54.234 animais até 24 meses vacinados em 1.058 propriedades. No município de Conquista, área de abrangência do IMA/Sacramento, a cobertura foi 100%, com 9.926  animais vacinados em 199 propriedades, conforme informações repassadas pelos diretores do IMA local, a veterinária e o Leuzimar Garcia Villas Boas e o Fiscal Sanitário Elias Adriel Fraga. 

Vacina será reduzida de 5 para 2 mil 
A novidade para a vacinação  contra febre aftosa em 2019, é a redução da dose de 5ml para 2ml. Na etapa de novembro de 2018 foi usada pela última vez a vacina de 5 ml. A partir deste ano, passa a vigorar a nova dose de 2 ml bivalente (para dois tipos de vírus) e os estabelecimentos estão proibidos de comercializar a dosagem de 5 ml. 
Para as campanhas de maio (1ª etapa) e novembro (2ª etapa), os produtores precisam estar atentos para usar a dose correta da vacina - 2 ml - para não haver sobredosagem no animal, que pode provocar caroços, edemas, inchaços e até abscesso, no caso eventual de contaminação, conforme informações do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), responsável pela fiscalização do comércio de vacinas.