Jornal O Estado do Triângulo - Sacramento
Edição nº 1595 - 03 de Novembro de 2017

Lero Social

Edição nº 1588 - 15 de Setembro de 2017

Encontro dos Loyola

Tudo começou com o casal Ignáco Amaro de Loyola e Ana Bárbara Carvalho de Loyola, que gerou oito filhos, Geraldo (Nide +), que tiveram 2 filhos; Elias (Déa), 6 filhos; Ayr (Beta +), 2;

Antônio (Aparecida +),4; Inácio (Derly), 2; Irmã Bartholoméa; Agnes; e José (Iraci), 4 filhos. 

Desses primeiros 28 descendentes, hoje são mais de 100 membros entre netos, bisnetos, esposos e esposas, espalhados Brasil a fora, dos quais 92 estiveram presentes neste final de semana em Sacramento para uma Festa de Confraternização. Reunidos na área de lazer do neto Claret Loyola, a festa rolou a madrugada com direito a muita cerveja, churrasco, boa prosa, versos e, claro, muita cantoria. Sem falar do jogral preparado pela neta Nancy & Cia, lembrando a aluna artista do curso Normal, lá pelos anos... (deixa pra lá).

“Não estávamos comemorando nenhuma data especial. Foi um encontro que nasceu organizado pelos netos e todos entramos na festa para nos encontrarmos, um costume que deixamos de fazer há alguns anos, e agora retornando com força total”, define Da. Déa Miranda, a mulher do Elias, o único dos irmãos Loyola falecido. Da. Déa, lembrando, é autora daqueles versos da canção, 'Sacramento, meu amor': “Vem, vem, andando contra o vento...”.

Longa vida aos Loyola!!

 

 

JALAPÃO

São 287 páginas de belíssimas fotos, misturadas a um texto pedagógico e científico riquíssimo de informações sobre o Parque Estadual do Jalapão, região leste do estado do Tocantins com 159 mil ha de extensão. Esse universo de beleza original incomparável foi tema do fotógrafo sacramentano, Lester Scalon, com ilustração e texto de Tomas Sigrist, para editarem o livro, Jalapão, através da Avis 

Brasilis Editora. 

Um primor de trabalho mostrando a biodiversidade dessa incomparável região, com predominância de cerrado ralo e campo limpo com veredas. 

Jalapão é um patrimônio brasileiro. Citado por Sigrist, Sousa RR, informa que, na década de 1990, a exploração do ecoturismo na região leste do estado de Tocantins, com rios e córregos de águas cristalinas, cachoeiras, nascentes translúcidas (em cujas fontes não é possível afundar devido a força da água brotando da terra ou “fervedouros”) dunas que lembram um deserto e serras belíssimas começou a chamar atenção de turistas, estudiosos e outros amantes da natureza para uma espécie de paraíso ecológico chamado Jalapão”, transformado em Parque Estadual, dez anos depois. 

Com suas lentes poderosas e olhar de artista, Lester aplicou o máximo num misto de composição de paisagens de montes, rios, flores, pedras, cachoeiras, perfis, rostos, adornos, moradias e a fauna riquíssima da região, veados, antas, lobos, pássaros a borboletas... Um infindável mosaico de, diria, puro 

lirismo nas fotos. 

A obra de Lester e Sigrist teve o patrocínio da Lei de Incentivo a Cultura do Governo Federal; CBMM e Ministério da 

Cultura. Imperdível!  

Ofertando com dedicatória duas obras, ao ET e à fotógrafa Ruth Gobbo, agradecemos a gentileza de Lestinho e o parabenizamos, extensivo a Tomas Sigrist, pelo memorável trabalho